A LEGISLAÇÃO ABOLICIONISTA NOS LIVROS DIDÁTICOS

  • Bárbara Vergas
  • Adrina Mendes Barbosa

Resumo

A produção dos livros didáticos precisa estar de acordo com as novas perspectivas de estudos acadêmicos. A historiografia tem se debruçado em releituras sobre a história e cultura dos africanos e seus descendentes no Brasil, o que torna fundamental analisar a
forma como estes sujeitos estão presentes nos materiais produzidos para a educação básica. A ausência do “sujeito” escravo no processo abolicionista mascara a realidade e perpetua o mito da democracia racial.
Seção
DOSSIÊ: DESAFIOS DA EDUCAÇÃO E DA LEITURA