A REPRESENTAÇÃO DA ALTERIDADE NA FICÇÃO LUFTIANA

Cleidiane da Silva Vieira Oliveira

Resumo


Neste trabalho estudaremos a identidade com ênfase na representação. Metodologicamente, analisaremos como a identidade das personagens femininas é moldada na obra As Parceiras (1980), objetivando proporcionar novos olhares e reflexões sobre a literatura como lugar de resistência, como um instrumento ideológico mediante o qual se pode interpelar a alteridade e o questionamento da padronização, das reivindicações do oprimido contra a pressão homogeneizante do dominador.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA FÓRUM IDENTIDADES
Itabaiana: GEPIADDE. 

ISSN 1982-3916

 

INDEXADORES