A SUBJETIVIDADE DO RETIRANTE NA POÉTICA DE PATATIVA DO ASSARÉ

  • Vanderly Vitoriano de Oliveira

Resumo

Tenho como propósito neste trabalho, identificar na poesia Triste Partida,composição da década de 1950 de Patativa do Assaré, indícios da subjetividade do retirante nordestino e suas representações identitárias. Para tanto, faço uso do método da cartografia como instrumento de esvaziamento de sentidos numa perspectiva híbrida, tomando como base a relevância da tríade significante, significado e contexto. Além disso, me proponho a mapear nesta poesia rastros que incidem o lugar de subalternidade da ordem discursiva de Patativa do Assaré. Assim, desenvolvo um enfoque epistemológico considerando o imaginário do retirante nordestino como o locus em movimento múltiplo de representações sociais e inscrições subjetivas.
Seção
SEÇÃO LIVRE