EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E ENSINO DE QUÍMICA: PERSPECTIVAS PARA A PESCA COM O TIMBÓ NA VOZ DE ALUNOS DE UMA ESCOLA INDIGENA BRASILEIRA

  • Edinéia Tavares Lopes
  • Emmanoel Vilaça Costa
  • Gerson de Souza Mol

Resumo

Este trabalho tem o objetivo de analisar, a partir da perspectiva do cotidiano Bakairi e da perspectiva da Ciência, como as explicações para a pesca com o Timbó aparecem nos enunciados escritos pelos alunos bakairi do Ensino Médio de um colégio indígena no estado de Mato Grosso. A pesquisa tem a etnografia como perspectiva metodológica. Os dados foram coletados por meio de observações, entrevistas individuais e coletivas, análise de documentos, evocações livres com palavras, frases, desenhos e redações.  Os informantes da pesquisa foram professores, alunos e outros membros da aldeia. Inferimos que esses alunos, ao explicarem a pesca com o Timbó, fizeram uso das explicações vinculadas à mitologia Bakairi e as vivências cotidianas. Quando solicitados a explicar a ação do Timbó, buscaram aproximar da perspectiva da Ciência.
Seção
DOSSIÊ: EDUCAÇÃO INDÍGENA INTERCULTURAL: ABORDAGENS POLÍTICAS E PEDAGÓGICAS NA ATUALIDADE BRASILEIRA