OS (DES)CONHECIMENTOS SOBRE AS CULTURAS AFRICANAS: EUROCENTRISMO E DESCOLONIZAÇÃO DO SABER

  • Débora de Jesus Lima Melo

Resumo

A lei 10.639/03, ao inserir nos currículos escolares de todo o Brasil as temáticas História e Cultura Afrobrasileira e Africana, tem caminhado junto à perspectiva de descolonização dos saberes e estereótipos que reduzem o continente africano somente ao processo de colonização e à escravidão e, ao mesmo tempo, ocultam formas de resistências e a pluralidade cultural africana. Assim, este artigo tem como pretensão problematizar a produção dos (des)conhecimentos construídos sobre África sob o ponto de vista do eurocentrismo. Parte-se do pressuposto que todo conhecimento histórico não é neutro, e sim contextual, para apresentar as características e o ethos científico do momento que permitiu que estes saberes fossem legitimados cientificamente.
Seção
Dossiê: Educação e aspectos históricos e culturais das questões africanas e afro-brasileiras