FAMÍLIAS NEGRAS: UMA PERSPECTIVA SOBRE RAÇA, GÊNERO E EDUCAÇÃO

Sônia Beatriz dos Santos

Resumo


O presente artigo tem como propósito refletir sobre os desafios que estão colocados para que as famílias negras brasileiras possam garantir o acesso, a permanência, a aprendizagem e a conclusão da educação de suas crianças, adolescentes, e jovens na sociedade contemporânea. Com o objetivo de refletir sobre as questões apresentadas o artigo está dividido em duas partes. A primeira traz uma breve análise que evidencia a persistência das desigualdades raciais no país, e sua associação com as desigualdades socioeconômicas; e a seguir busca-se assinalar seus efeitos sobre as famílias negras. Na segunda parte procuramos refletir sobre como a situação das famílias negras se agrava ainda mais quando adicionamos à análise racial e socioeconômica, a questão das desigualdades de gênero, já que muitos estudos demonstram que as mulheres negras têm papel fundamental no sustento de suas famílias, em muitos casos como a principal provedora do domicílio.  Concluímos o artigo discutindo como a superação das desigualdades raciais e de gênero vividas pelas famílias negras no acesso ao direito à educação exige um conjunto de medidas, atividades, ações, e projetos desenvolvidos pela escola, os quais devem envolver as famílias (bem como a comunidade). Consideramos que tais esforços devem ser assegurados pelas políticas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA FÓRUM IDENTIDADES
Itabaiana: GEPIADDE. 

ISSN 1982-3916

 

INDEXADORES