NEGRO, NEGRURA, NEGRÍCIA E ENSINO DE LITERATURA

  • Dorinaldo dos Santos Nascimento

Resumo

Neste trabalho, objetivamos a efetivação de um ensino de literatura convergente à educação das relações étnico-raciais da negritude. Considerando que a presença do negro ou da condição negra na literatura brasileira, dicotomicamente, situa-o como objeto e/ou sujeito da escrita literária. Propomos, aqui, uma sequência didática com pressupostos teórico-metodológicos alinhados à perspectiva do letramento literário. Elegemos o conto “Pai contra mãe” (2001), de Machado de Assis - escritor afrodescendente -, uma narrativa prenhe do contexto escravagista oitocentista brasileiro em cruzamento e interlocução com cinema e música contemporâneos. Os resultados indicam que diante de práticas discriminatórias, é imperativo na educação básica uma revisão crítica da historiografia literária face ao apagamento de autoria e às representações dos negros calcadas na subalternização e estereotipia.
Seção
Dossiê: Ensino de literatura e diversidade cultural