PERSONAGENS COMO METÁFORAS – UM ESTUDO DE OPERA DOS MORTOS, DE AUTRAN DOURADO

  • Osmar Pereira Oliva
  • Elizabeth Marly Martins Pereira

Resumo

Em 1973, Autran Dourado publicou no Suplemento Literário de Minas Gerais um artigo discutindo a personagem como metáfora no texto ficcional. Em outros escritos e entrevistas, afirma não se preocupar com o realismo literário, e sim com o real simbólico. Para esse autor, o romancista deve se preocupar em se distanciar do real a fim de produzir a metáfora, e pensar o homem em sua natureza abissal e metafísica. Este trabalho pretende, pois, discutir as relações entre personagem e metáfora da decadência patriarcal e aristocrática rural em Minas Gerais, a partir do romance Ópera dos mortos.

Seção
Seção Livre