A MULHER NEGRA NO MODERNISMO

  • Carlos Magno Gomes

Resumo

Este texto faz uma análise da representação da mulher negra na obra de Jorge de Lima. No universo ficcional, o autor representa a mulher negra de forma ambígua, ora como um objeto sexual, ora como um fruto da opressão masculina e do capitalismo. A análise está pautada pelos estudos culturais, dando destaque para a forma como Edward Said e Homi Bhabha questionam o passado histórico. A mulher negra, na poesia regional de Jorge de Lima, é representada despida da tão pregada democracia racial, pois as imagens de tortura e abuso sexual são as mais valorizadas pelo autor.
Seção
Dossiê: Culturas e Diferenças