DISCURSO E PODER: O ASPECTO ÉTNICO NO JORNAL IMPRESSO "O INTRANSIGENTE”

Fabiana Vieira Almeida

Resumo


A análise do discurso sobre o coronel em Itabuna, no Sul da Bahia, em contraste com o do homem comum, tendo como enfoque a representação da etnia negra, parte do pressuposto de uma exclusão proposital da contribuição étnica no discurso fundador, quando se trata da classe  dominante.  Tal  abordagem  fez-se  necessária  na  medida  em  que  se  tornaram perceptíveis enunciados que não dão nenhuma representatividade à presença do negro quando este ocupa uma posição de poder nas relações sociais, o que não acontece quando o mesmo faz parte de contextos considerados marginais. Para estabelecer tal estudo, fez-se necessário um levantamento teórico da história local, bem como a análise de enunciados presentes em duas edições do jornal impresso “O Intransigente”, um dos principais meios de comunicação na cidade a partir da década de 1920, sob a perspectiva da Análise de Discurso de linha francesa. A partir desse estudo, torna-se viável a proposta de discussão sobre a mudança de paradigmas no discurso histórico e midiático em esfera regional, que sendo utilizados de forma crítica podem influenciar na formação de identidades.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA FÓRUM IDENTIDADES
Itabaiana: GEPIADDE. 

ISSN 1982-3916

 

INDEXADORES