A REPRESENTAÇÃO EM IARARANA

Reinan Braga

Resumo


Este trabalho tem como objetivo refletir sobre o modo como na obra Iararana, de Sosígenes Costa, a intersecção entre o Discurso Histórico e a Narrativa Literária contribuiu para forjar a trama discursiva que resultou na criação de uma epopéia da chegada do colonizador na Região Sul da Bahia. Será a partir da análise desse encontro/confronto de culturas que buscaremos discutir os elementos discursivos forjadores de uma identidade grapiúna. Além de abrir possibilidades de investigação sobre a gênese da cultura local, este poema representa a saga do mito fundador da Região Cacaueira. Iararana, enquanto criação artística, é cenário do encontro das três etnias formadoras do povo da Região Cacaueira do Sul da Bahia. Neste trabalho, portanto, buscar-se-a analisar como se deu esse encontro/confronto entre os nativos e o estrangeiro colonizador e quais suas implicações na formação da representação da identidade do povo grapiúna .A pertinência da problemática que aqui será abordada encontra- se no fato de Iararana representar uma saga fundadora da origem de um povo valendo-se, para este efeito, do uso dos mitos universais juntamente com os mitos populares formadores do imaginário da comunidade regional.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA FÓRUM IDENTIDADES
Itabaiana: GEPIADDE. 

ISSN 1982-3916

 

INDEXADORES