LEITURAS DE SERTANEJAS DE IRECÊ/BA

Ivânia Nunes Machado Rocha, Jailma dos Santos Pedreira Moreira

Resumo


Nesse artigo, discutimos se há uma divisão sexista no que tange à leitura e à literatura, exploramos as leituras realizadas por um grupo de mulheres da microrregião de Irecê — interior do Estado da Bahia, demonstrando os autores mais lidos; as lacunas em suas leituras, reiterando a importância da leitura na vida dessas sertanejas. Este texto é parte da pesquisa de mestrado intitulada Páginas do sertão: leitura e imaginação no universo de sertanejas, que teve como objetivo observar se donas de casa do sertão de Irecê leem, o que e como realizam essas leituras, levando em consideração os seus processos de subjetivação. Para tanto, a metodologia empregada foi a revisão da literatura e a pesquisa de campo. A base teórica empregada na dissertação está ancorada em teóricos como Guattari e Rolnik, Antonio Candido, Durval Muniz, Margareth Rago, com ênfase na construção de subjetividades, leitura e literatura, crítica cultural e feminismo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA FÓRUM IDENTIDADES
Itabaiana: GEPIADDE. 

ISSN 1982-3916

 

INDEXADORES