A PERFORMANCE CONTRA A PRECARIEDADE: A CONTRIBUIÇÃO DE ARTISTAS DA BAHIA E DE SÃO PAULO

  • Cláudio Leite Leandro

Resumo

O artigo apresenta uma análise que entrecruza dados historiográficos do campo da dança, no Brasil, considerando aspectos relacionados ao gênero e relacionando-os à deficiência como forma de investigar a inserção de novos sujeitos de direito a partir do trabalho de artistas dos estados da Bahia e de São Paulo. Analiso a transformação no modo de conceber noções de corpo a partir de técnicas, métodos e saberes, que tornaram possível novas significações em um contexto em que as artes transformam-se num campo simbólico que desloca o sentido clássico de arte como contemplação do belo e harmonia de formas, para se tornar uma plataforma de reações cognitivas, implicando na problematização de doenças e lesões em razão dos novos usos de políticas do movimento, que tensionam normatividades e as precariedades que remetem artistas com deficiência à margem da vida simbólica, do trabalho e das emoções. 
Seção
SEÇÃO LIVRE