LULA E A LÍNGUA FLUIDA – UMA RELAÇÃO POLÍTICA

  • Daianna B. A. Pompeu

Resumo

Este artigo analisa ocorrências da Língua Fluida (LF) em excertos de falas do ex-presidente Lula, coletadas por Marcelo Tas no livro “Nunca Antes na História deste país” (2009). Seriam essas escolhas metafóricas e apelativas uma estratégia de marketing para aproximar-se da população através da Língua Fluida? Recortes como “Lá, a crise é um tsunami. Aqui, se chegar, vai ser uma marolinha, (...)” mostram como tais “usos e costumes” foram naturais em seu discurso e contribuíram no aumento de sua popularidade. Partindo da análise desses trechos e dos conceitos da AD de Pêcheux e Orlandi, procura-se refletir sobre tal situação e levantar questionamentos a respeito da força das palavras e sua relação com a política.

Seção
SEÇÃO LIVRE