Notícias

Chamadas 2020

2020-09-29

Call for papers 2020

CHAMADA Volume 31 - jan-jun de 2020

Dossiê: Questões  de gênero étnico-raciais: desafios na Literatura e Educação

Organizadores: Tiago Silva (IFSE) e Maria de Fátima Berenice Cruz (UNEB)

Este dossiê aceita artigo sobre reflexões no campo da Educação e Literatura, abordando questões identitárias e propostas pedagógicas que priorizem os direitos humanos.  Quanto às questões de gênero, valorizaremos abordagens que resgatem ou deem visibilidades a escritoras de língua portuguesa que resistiram aos seus contextos de opressão e exclusão e conseguiram construir e publicar textos literários. 


Os artigos da Seção Livre devem contemplar a diversidade de abordagens teóricas e críticas das pesquisas nas diversas áreas, como: Letras, Educação e áreas afins.



Prazo final para recebimento de artigos para vol. 31: 30/09/2020.

Meio de envio: pela plataforma da revista

Obs: O/a autor/a precisa fazer o cadastro no site da revista e, logo após, submeter o texto para ser avaliado. Para confirmar, enviar também  cópia sem identificação  para o e-mail do editor: magno11@uol.com.br


Prazo de avaliação dos artigos: entre setembro e outubro de 2020.
Previsão de parecer final: setembro/outubro de 2020.

Previsão de publicação: Novembro de 2020.

CHAMADA Volume 32 - jul-dez de 2020

Dossiê:  Desigualdades, identidades, epistemologias e práticas educacionais 

Organizadoras: Dra. Edinéia Tavares Lopes (Universidade Federal de Sergipe - UFS) e Dra Lívia Jéssica Messias de Almeida (Universidade Federal de Sergipe- UFS)

Este Dossiê tem por objetivo acolher trabalhos que investiguem as múltiplas dimensões de espaços e tempos educacionais nacional e internacional, visando fortalecer epistemologias e práticas que reflitam as relações entre as desigualdades sociais e as distintas identidades dos sujeitos educacionais, em como os processos de ensino nos quais estão envolvidos.  Para isso, receberemos propostas de investigações que questionem as discriminações de classe social, gênero, orientação sexual, raça, etnia, religião e outras, problematizadas em espaços formativos formais ou informais, na educação e no ensino, apresentando resultados e/ou propondo fundamentos teóricos, metodológicos e avaliativos sobre eles.

 

Na sessão livre, receberemos artigos com diferentes enfoques no campo da educação em diferentes áreas.

Prazo final para recebimento de artigos para vol 32: 15/11/2020.
Meio de envio: pela plataforma da revista

Obs: O/a autor/a precisa fazer o cadastro no site da revista e, logo após, submeter o texto para ser avaliado. Para confirmar, enviar também (cópia sem identificação)  para o e-mail do editor: magno11@uol.com.br

Previsão de publicação: Dezembro de 2020.

Saiba mais sobre Chamadas 2020

Edição Atual

Ano 14, v. 32, n. 01, jul.–dez. 2020

Desigualdades, identidades, epistemologias e práticas educacionais

Publicado: 2020-12-31

Expediente / Ficha Catalográfica / Sumário

Apresentação

Desigualdades, identidades, epistemologias e práticas educacionais

Ver Todas as Edições

Escopo: A Revista Fórum Identidades (ISSN 1982-3916) foi criada em 2007, no Campus de Itabaiana, da UFS, é coordenada por pesquisadores vinculados ao GEPIADDE/UFS/CNPq e tem como meta publicar trabalhos acadêmicos inéditos de relevância para as áreas de Educação, Letras e Ciências Sociais, que abordem, prioritariamente, questões acerca da diversidade cultural e suas identidades, perpassando debates interseccionais pelas questões de gênero, de classe, étnico-raciais, sexuais, entre outras. Este periódico é composto de duas partes: I - Dossiê temático - dedicado ao estudo das identidades em seus espaços deslocamentos sociais e suas lutas contra os processos de opressão/colonização/globalização; e I I - Seção Livre - artigos com diferentes enfoques sobre as representações identitárias, diferenças e alteridades.

A Revista Fórum Identidades publica pesquisas com dados humanos de acordo com as normas do Conselho de Ética. É necessário informar o prazo da pesquisa, o periódo de coleta de dados e arquivar os termos de aceite e consentimento dos participantes. Destacar a agência financiadora, entre outros dados relevantes.

Um autor só pode publicar a cada três anos um novo trabalho. Sugerimos três coautores como número máximo. Todos esses casos serão analisados pelo Conselho Editorial.