A ASA E A LUTA CONTRA O DISCURSO DO COMBATE À SECA

THE ASA AND THE FIGHT AGAINST THE SPEECH OF “CONFRONTING THE DRY”

  • Eliane Pereira de Almeida Vale Mestra em Geografia (PPGEO/UESB)
  • Janio Santos Professor Pleno (DCHF/UEFS - Universidade Estadual de Feira de Santana)

Resumo

Este artigo apresenta a gênesis da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA) e das políticas de convivência com o semiárido, em contraposição as estratégias do “combate à seca” adotadas pelo Estado, nas suas diferentes formatações. Buscou-se elucidar, por meio das pesquisas bibliográfica e documental, somadas aos depoimentos de colaboradores da instituição, como a ASA se torna, dentro dos limites condicionantes do sistema capitalista, um movimento contra hegemônico. Se percebe na estrutura organizacional e de gestão uma lógica, majoritariamente, horizontalizada no âmbito das relações institucionais, além do processo emancipatório imbuído nas formações que compõem o plano de trabalho dos programas de convivência.

Biografia do Autor

Eliane Pereira de Almeida Vale, Mestra em Geografia (PPGEO/UESB)

Mestra em Geografia (PPGEO/UESB)

Janio Santos, Professor Pleno (DCHF/UEFS - Universidade Estadual de Feira de Santana)

Doutor em Geografia e Professor Pleno (DCHF/UEFS - Universidade Estadual de Feira de Santana)

Publicado
2020-10-21
Seção
Artigo: Campo-Rural