SOBRE PENSAR E SER GEÓGRAFA: VIDA E HISTÓRIA QUE SE CONFUNDEM COM A PRÁTICA TRANSFORMADORA DA REALIDADE – UMA HOMENAGEM A ALEXANDRINA LUZ CONCEIÇÃO

ON THINKING AND BEING A GEOGRAPHER: LIFE AND HISTORY THAT ARE CONFUSED WITH THE REALITY-TRANSFORMING PRACTICE – A TRIBUTE TO ALEXANDRINA LUZ CONCEIÇÃO

  • Ana Rocha dos Santos Professora Dra. da Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Resumo

Este texto homenageia a professora Alexandrina Luz Conceição. Entre tantas maneiras de prestigiá-la, optou-se por considerar seu rigor ao método, sua história relacionada à vivência como leitora voraz e seu compromisso radical com a educação na condição de professora. Procurou-se enfatizar a importância que a leitura teve para a sua formação, reafirmando-se que o conhecimento é destoante do aligeiramento e da leitura rasteira de obras e autores. A grandeza de Alexandrina foi construída ao longo de sua vida, desde a mais tenra infância. A diversidade de obras lidas também vai constituir seu modo de pensar, explicar a realidade e fazer escolhas que estejam do lado da emancipação humana. Palavras-chave: Conhecimento. Método. Professora. Geografia.

Biografia do Autor

Ana Rocha dos Santos, Professora Dra. da Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Professora do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGEO) da Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Publicado
2020-12-08
Seção
Memória