COMIDA E O PROCESSO DE TRANSTERRITORIALIZAÇÃO NO CANDOMBLÉ, UMBANDA E QUIMBANDA EM BOCAIÚVA, MINAS GERAIS, BRASIL (FOOD AND THE PROCESS OF TRANSTERRITORIZALIZATION IN CANDOMBLÉ, UMBANDA AND QUIMBANDA IN BOCAIÚVA, MINAS GERAIS, BRASIL)

Daniel Coelho Oliveira, Fábio Silva Gonçalves

Resumo


RESUMO:

Os territórios sagrados da Candomblé, Umbanda e Quimbanda não se restringem aos templos, mas existe um continuum espiritual e material deles. Neste sentido, o presente trabalho objetiva analisar o fenômeno da transterritorialização dos terreiros Ilê Caboclo Pena Branca e Ogum Rompe Mato e no Zambi-Iris, situados no município de Bocaiúva, Minas Gerais, Brasil, tendo como enfoque o sentido hierofânico das comidas e elementos coadunares das oferendas feitas às divindades em ambos os terreiros. A metodologia adotada se estruturou em uma revisão bibliográfica sobre a temática e um conjunto de entrevista, observações e registros fotográficos no trabalho de campo. O resultado da pesquisa descreve um conjunto de especificidades nos transterritórios estudados. Espaços que por um lado, são considerados sagrados pelo conjunto de adeptos das religiões afro-ameríndio-euro-brasileiras bocaiuvenses, mas por outro sofrem forte aversão de adeptos de outras religiões.

Palavras-chave: Alimentação, Religiões Afro-Ameríndio-Euro-Brasileiras, Transterritórios.

ABSTRACT:

The sacred territory of Candomblé, Umbanda and Quimbanda is not restricted to temples, but there is a spiritual and material continuum of them. In this sense, the present work aims to analyze the phenomenon of transterritorialization of Ilê Caboclo Pena Branca e Ogum Rompe Mato and Zambi-Iris, terrariums in the municipality of Bocaiúva, Minas Gerais, Brazil, focusing on the hierophanic sense of the food and coadunar elements of the offerings made to the deities in both terreiros. The methodology adopted was structured in a bibliographic review on the subject and a set of interviews, observations and photographic records in the field work. The result of the research describes a set of specificities in the studied subterritories. Spaces that on the one hand are considered sacred by the group of adherents of the Afro-Amerindian-Euro-Brazilian religions bocaiuvenses, but on the other they suffer a strong aversion of adherents of other religions.

Keywords: Food, Afro-Amerindian-Euro-Brazilian Religions, Transterritories.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista GeoNordeste

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN: 2318-2695