A Representação do Papel da Mulher nas Princesas da Disney: uma análise sob a ótica feminista

  • Fernanda de Abreu Appolinário
  • Fernanda Cristina Nanci Izidro Gonçalves

Resumo

O objetivo principal deste artigo é realizar uma análise a respeito das alterações no padrão de representação do comportamento de princesas da Disney, corporação multinacional norte-americana, identificando uma relação com a evolução do movimento feminista no hemisfério ocidental. Para tanto, é utilizado como base a teoria feminista da disciplina de Relações Internacionais. Sendo assim, o presente estudo apresenta as diferentes faces e vertentes do feminismo no cenário internacional e realiza uma comparação entre o comportamento e a representação do papel da mulher a partir da análise de três princesas: Aurora, do filme “A Bela Adormecida” (1959); Ariel, do filme “A Pequena Sereia” (1989); e Moana, do filme “Moana: Um Mar de Aventuras” (2016). Conclui-se que a evolução no papel da mulher na sociedade é acompanhada de mudanças na forma como as princesas são retratadas nos filmes da Disney, como se nota por meio dos estudos de caso.
Palavras-Chave: Feminismo; Disney; Ariel; Aurora; Moana.

Publicado
2020-12-28