O perfil estudantil do Ginásio de Aplicação da Faculdade Católica de Filosofia de Sergipe (1959-1968).

  • Rafaela Cravo de Melo
  • Joaquim Tavares da Conceição

Resumo

Este artigo apresenta uma compreensão histórica do perfil discente do Ginásio de Aplicação da Faculdade Católica de Filosofia de Sergipe (1959-1960). Foram utilizadas como fontes principais documentos que fazem parte dos dossiês dos estudantes do período, além de outros documentos escritos e orais do acervo do Centro de Pesquisa, Documentação em Memória do Colégio de Aplicação. Na documentação, foram identificados e analisados dados a respeito da procedência escolar, forma de ingresso, ocupação e/ou profissão dos pais, pagamentos realizados e localidade de domicílio dos estudantes. A análise levou em conta o conjunto dos dados levantados nas séries documentais. O perfil socioeconômico dos estudantes do Ginásio de Aplicação, no período de 1960-1968, era composto, majoritariamente, por filhos de famílias de estratos econômicos médios ou ricos; residentes em bairros da capital, Aracaju (Centro, São José e Treze de Julho), onde se concentravam populações de maior poder aquisitivo e provenientes de escolas privadas.

Palavras-chave: Dossiês de estudantes; Escrituração escola; Ginásio de Aplicação; Perfil estudantil; História da Educação.

Publicado
2021-12-31