A repressão à imprensa anarquista em São Paulo: Edgard Leuenroth e Rodolpho Felippe na mira do DEOPS/SP (1930-1937)

  • André Rodrigues

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar a repressão policial aos militantes anarquistas Edgard Leuenroth e Rodolpho Felippe, entre os anos de 1930 e 1937. Tomamos como objeto de estudo os prontuários policiais produzidos pelo DEOPS/SP que procuraram investigar esses dois anarquistas e as edições dos jornais A Plebe, que era dirigido por Felippe e A Lanterna, que tinha Leuenroth como o seu diretor. Por meio da análise das fontes, fica evidente que as autoridades públicas se preocupavam severamente em interditar o discurso anarquista, principalmente quando era transmitido por meio dos jornais, tendo em vista que era por meio das fontes impressas que as esquerdas naquela época alcançavam um público maior. Assim, a repressão e a investigação policial eram utilizadas de um modo eficaz para controlar ou mesmo coibir discurso anarquista, que era amplamente repudiado pelas autoridades por criticar constantemente o governo e defender uma revolução social.

Palavras-chave: Edgard Leuenroth; Rodolpho Felippe; DEOPS/SP; A Plebe; A Lanterna.

Publicado
2022-03-31
Seção
Artigos