E como salvaguardar esse patrimônio? A arte da produção da renda irlandesa nos cenários históricos de Divina Pastora-SE e Laranjeiras-SE

  • Estefanni Patricia Santos Silva

Resumo

Recebido: 21/03/2016

Aprovado: 26/04/2016

Publicado: 30/04/2016

O trabalho possui o objetivo de apresentar as características de um bem artístico imaterial produzido em Sergipe, Brasil, diante das heranças que constam em suas trajetórias memorialísticas, através de dois contextos nos quais possuem rendeiras que as produzem: Divina Pastora e Laranjeiras. Frente ao exposto, pesquisadores do patrimônio cultural preocupam-se em como salvaguardar os bens artísticos imateriais, uma vez que as gerações atuais pouco a produzem e prestigiam essas manifestações. A metodologia optada permeia a revisão literária, documental, etnográfica e a análise da renda irlandesa, que é considerada um dos produtos artesanais mais requintados e remotos do estado de Sergipe. Assim, pretende-se apresentar uma discussão sobre como é feita e o reconhecimento que este produto artesanal trazido pelos europeus à Sergipe obtém na contemporaneidade, isso frente às preocupações que se fazem presentes em protegê-la.

Palavras-Chave: Renda Irlandesa. Heranças. Salvaguarda.


Publicado
2016-07-26
Seção
Artigos