A política externa de Lula e Uribe no combate ao narcotráfico: caminhos divergentes diante de um problema comum

  • Fernanda Cristina Nanci Izidro Gonçalves
  • Rayane Mourão de Magalhães

Resumo

Recebido: 23/12/2016    

Aprovado: 20/01/2017

Publicado: 30/06/2017


Considerando a relevância da temática do narcotráfico no contexto sul-americano e o envolvimento do Brasil e da Colômbia nesta questão, o presente artigo objetiva analisar as políticas de combate ao narcotráfico adotadas pelos países na região e identificar como os Estados Unidos impactam no desenvolvimento da política externa exercida por esses Estados no que tange ao narcotráfico. O contexto abordado são os anos de 2002 até 2010, período marcado pelo governo do presidente colombiano Álvaro Uribe Veléz (2002-2010) e do presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva (2003- 2010). Este artigo utiliza a teoria da Interdependência Complexa de Keohane e Nye para expor a sensibilidade e vulnerabilidade dos países ao problema do narcotráfico e aborda os modelos de relação com os Estados Unidos propostos por Russell e Tokatlian.

 

Palavras-chave: Narcotráfico; Brasil; Colômbia; Política Externa; Estados Unidos


Publicado
2017-07-07
Seção
Artigos