CONFLITOS DE IDENTIDADE EM “APENAS UM SAXOFONE”

Cláudia Castanheira

Resumo


O conto “Apenas um saxofone”, de Lygia Fagundes Telles, reinsere o debate acerca da prostituição feminina e o consequente questionamento dos valores culturais. A análise objetivou investigar a representação literária da mulher cuja crise de identidade e vivência do desencontro amoroso instauram o caos existencial e a perda dos referenciais. Recorrendo-se aos estudos sociais, com destaque para a teoria crítica feminista, buscou-se estabelecer uma relação entre o conto em estudo e outras narrativas da escritora. Conclui-se que a reiteração de eixos temáticos e de estratégias discursivas ratifica a coerência ideológica de um projeto estético-literário consolidado há mais de seis décadas.

Texto completo:

PDF


ISSN 1980-8879


Classificação pela tabela de periódicos CAPES 2013-2016 

Letras B2
Interdisciplinar B2
Educação B2
Ensino B3
Antropologia B3


INDEXADORES