PRÁTICAS DE LEITURA DO TEXTO LITERÁRIO E DIMENSÕES INTERDISCIPLINARES

Resumo

Este artigo tem por objetivo propor um modelo de leitura de textos literários fundamentado na ideia de que estes apresentam potencialidades epistemológicas, compreendidas como dimensões ensináveis. Essas correspondem a conteúdos sedimentados na forma estética da obra de arte literária e que são passíveis de serem ensinados em situações pedagogicamente orientadas por um mediador de leitura. Para tanto, abordamos considerações de Schneuwly (2004) e Schneuwly & Dolz (2010)  sobre gêneros e Cosson (2014) acerca de letramento literário, além de estabelecermos categorias como macro e microdimensões de conteúdo e propormos um modelo de aula de leitura de base temática, que parte da leitura imanente para a identificação, e posterior reflexão, do caráter epistêmico do fenômeno literário. Concluímos que, ao considerarmos o texto como produtor de conhecimentos, concebemos os gêneros discursivos literários como unidades de ensino a serem exploradas em suas macro e microdimensões.

PALAVRAS-CHAVES: Análise. Leitura. Modelos. Textos literários.

Biografia do Autor

Sarah Maria Forte Diogo, Universidade Estadual do Ceará – UECE

Doutora em Letras – Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG; professora do curso de Letras da Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos – FAFIDAM – da Universidade Estadual do Ceará – UECE. Professora do Mestrado Profissional em Letras – PROFLETRAS/UECE.

Referências

ASSIS, M. Pai contra Mãe. In: ASSIS, M. Contos. Belo Horizonte: Itatiaia, 2008. p.670-677.

BARROS, M. Livro sobre nada. 3. ed. São Paulo: Record, 1996.

COSSON, R. Letramento literário: teoria e prática. 2. ed. 4. reimpr. São Paulo: Contexto, 2014.

DELEUZE, G. Crítica e clínica. Trad.: Peter Pál Pelbart. São Paulo: Ed.34, 1997.

DURÃO, F. A. Metodologia de pesquisa em literatura. São Paulo: Parábola, 2020.

SCHNEUWLY, B. Gêneros e tipos de discurso: considerações psicológicas e ontogenéticas. 1. ed. In: SCHNEUWLY, B.; DOLZ, J. (Orgs.). Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras, 2004. p. 21-39.

SCHNEUWLY, B.; DOLZ, J. Os gêneros escolares – das práticas de linguagem aos objetos de ensino. 2. ed. In: SCHNEUWLY, B; DOLZ, J. (Orgs.). Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras, 2010, p. 61-78.

SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1998.

Publicado
2020-10-28