A LINGUAGEM NULA: UMA LEITURA FILOSÓFICA DA POESIA DE SARA SÍNTIQUE

Resumo

Com o objetivo de iluminar a obra da jovem poeta cearense Sara Síntique, autora dos livros Corpo Nulo (2015) e Água ou Testamento Lírico a Dias Escassos (2019), apropriamo-nos da perspectiva fenomenológica de Gaston Bachelard sobre as propriedades poéticas da água (1942), assim como das reflexões que Maurice Blanchot (1959) delineia a partir de uma genealogia da linguagem poética nula. Ressaltamos em nossa leitura o apreço simbólico da autora por imagens e reflexos que irmanam a palavra poética ao corpo feminino, destacando o caráter metalinguístico de sua produção, autocentrada em uma busca primeira pela neutralidade da linguagem.

PALAVRAS-CHAVE: Poesia Brasileira Contemporânea. Autoria Feminina. Literatura e Filosofia. Fenomenologia da Água. Sara Síntique.

Biografia do Autor

Fernando de Mendonça, Universidade Federal de Sergipe - UFS

Doutor em Letras pela UFPE; Professor Adjunto na UFS (DELI/PPGL/PPGCINE); Membro do Núcleo de Estudos em Literatura e Intersemiose (NELI – UFPE) e do Grupo de Estudos em Filosofia e Literatura (GEFELIT – UFS); 1º Secretário do Grupo de Estudos Linguísticos e Literários do Nordeste (GELNE) e Coordenador do Centro Internacional e Multidisciplinar de Estudos Épicos (CIMEEP).

Referências

BACHELARD, G. A água e os sonhos: ensaio sobre a imaginação da matéria. 3. ed. Trad. Antonio de Pádua Danesi. São Paulo: Martins Fontes, 2018.

BARTHES, R. Novos ensaios críticos seguidos de o grau zero da escritura. Trad. Heloysa de Lima Dantas, Anne Arnichand e Álvaro Lorencini. São Paulo: Cultrix, 1974.

BLANCHOT, M. O livro por vir. Trad. Leyla Perrone-Moisés. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

ECO, U. Sobre os espelhos e outros ensaios. Trad. Helena Domingos. Lisboa: DIFEL, 1989.

MERLEAU-PONTY, M. O visível e o invisível. 4. ed. Trad. José Artur Gianotti e Armando Moura d’Oliveira. São Paulo: Perspectiva, 2014.

SÍNTIQUE, S. Água ou testamento lírico a dias escassos. Fortaleza: Edições Ellenismos, 2019.

SÍNTIQUE, S. Corpo nulo. Fortaleza: Editora Substânsia, 2015.

Publicado
2021-05-20
Seção
Leituras temáticas: da ficção contemporânea à lírica feminina