O FANTÁSTICO NO GÊNERO CONTO DE TERROR

Resumo

O gênero de conto de terror possui regularidades enunciativas que podem ser compreendidas à luz da literatura fantástica. Para analisar contos de terror, reconhecemos a dinâmica do modo literário fantástico que explica os acontecimentos da trama sob a lógica do extraordinário ou do sobrenatural. Para Todorov (1980), o conto de terror tem o objetivo de promover o efeito de hesitação no leitor perante fatos apresentados na narrativa. Sendo assim, estudamos o modo de formulação dos contos de terror a fim de compreender os desafios que esse tipo de texto estabelece ao leitor do ponto de vista linguístico-discursivo, considerando as reflexões dos estudos literários.

PALAVRAS-CHAVE: Gênero conto de terror. Literatura fantástica. Hesitação do leitor.

Biografia do Autor

José Ricardo Carvalho, Universidade Federal de Sergipe - UFS

Doutor em Estudos Linguísticos pela UFF; Professor de Linguística e Produção Textual do DLEV-UFS. Professor do mestrado PROFLETRAS-UFS. Líder do grupo de pesquisa GEADAS (Grupo de Estudos Alfabetização, Discurso e Aprendizagens). Membro do GEPLA (Grupo de Estudos e Pesquisas em Linguística Aplicada).

Referências

BAKHTIN, M. M; VOLOCHÍNOV, V. N. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BELLIN, G. P. Edgar Allan Poe e o surgimento do conto enquanto gênero de ficção. Universidade Federal do Paraná. Anuário de Literatura, v. 16, n. 2, p. 41-53, 2011.

CAMARANI, A. L. S. A literatura fantástica: caminhos teóricos. São Paulo, Cultura Acadêmica (Coleção Letras, 9), 2014.

CESERANI, R. O fantástico. Trad. Nilton Cezar Tridapalli. Curitiba: Ed. UFPR, 2006.

CORRÊA, L. C. O fantástico e o estranho em O coração denunciador, de Edgar Allan Poe. Revista Pandora, v. 6, p. 65-78, 2011.

FURTADO, F. A Construção do Fantástico na Narrativa. Livros Horizonte, Lisboa, 1980.

FREUD, S. O estranho. In: FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standard brasileira. Trad. Themira de Oliveira Brito, Paulo Henrique Britto, Christiano Monteiro Oiticica. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

PEREIRA, A. B.; GAMA-KHALIL, M. M. O espaço e o fantástico na obra de Edgar Allan Poe. Revista Horizonte Científico, v. 2, n. 2, 2008. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/horizontecientifico/article/view/4025/3001. Acesso em 4 de jun. 2017.

REZENDE, M. L. F. Edgar Allan Poe, o estranho que escreveu sua vida em contos de terror. 2006. Monografia (Conclusão em Letras). Centro Universitário de Itajubá. Itajubá, 2006.

SOUZA, V. M. C. de. O fantástico em Machado de Assis: “Entre santos”. Revista Pandora Brasil. Edição especial n. 6, maio 2011.

TODOROV, T. Introdução à narrativa fantástica. Trad. CASTELLO, Maria Clara Correa. São Paulo: Perspectiva, ano 1980.

Publicado
2021-05-20
Seção
Leituras temáticas: da ficção contemporânea à lírica feminina