A MULHER E O SAGUIM: A RUPTURA DO COTIDIANO NO ENCONTRO COM ANIMAIS EM CLARICE LISPECTOR

Palavras-chave: Contos clariceanos, Personagens femininas e animais, Identidade e alteridade em Clarice Lispector

Resumo

Em vários contos clariceanos, a estrutura básica do enredo se configura com o encontro da protagonista, em geral uma mulher de classe média, com um outro que lhe causa estranhamento. Muitas vezes, trata-se de um animal. Esse encontro inesperado provoca, na personagem, questionamentos em relação à sua vida. Neste trabalho, será apresentada uma leitura do conto “Uma tarde plena”, que tem origem em uma crônica publicada na seção “Entre mulheres”, produzida pela escritora sob a máscara de Tereza Quadros no jornal Comício em 1952. Pretende-se avaliar como a presença de um saguim no meio de transporte abala, ainda que momentaneamente, a vida domesticada da protagonista; objetiva-se, também, identificar traços da sociedade patriarcal na narrativa e no comportamento da mulher.

Biografia do Autor

Tânia Sandroni, Universidade Paulista - UNIP

Doutora em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo (USP). Professora titular da Universidade Paulista.

Referências

CHIAPPINI, L. Pelas ruas da cidade uma mulher precisa andar. Revista Literatura e Sociedade, USP, n.1, p. 60-80, 1996.

HELENA, L. Nem musa nem medusa. Itinerários da escrita em Clarice Lispector. Rio de Janeiro: EDUFF, 1997.

JAFFE, N. “A legião estrangeira de Clarice Lispector e o efeito de estranhamento”. Programa Café Filosófico, 14 de maio de 2015. Disponível em: https://youtu.be/Vy0W7HK9O1U. Acesso em 29 ago. 2021.

KAHN, D. M. A via crucis do outro. Identidade e alteridade em Clarice Lispector. São Paulo: Humanitas/Fapesp, 2005.

LISPECTOR, C. Laços de família. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

LISPECTOR, C. Onde estiveste de noite. Rio de Janeiro: Rocco, 1999a.

LISPECTOR, C. A descoberta do mundo. Rio de Janeiro: Rocco, 1999b.

MACIEL, M. E. Literatura e animalidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2016.

MELLO e SOUZA, G. Exercícios de leitura. São Paulo: Livraria Duas cidades, 2.ed., 2009.

NASCIMENTO, E. Clarice Lispector: uma literatura pensante. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.

PINSKY, C. B. Mulheres nos anos dourados. São Paulo: Contexto, 2014.

SANDRONI, T. A Bela e a Fera: a reafirmação do estereótipo feminino e sua subversão nas colunas de Tereza Quadros, máscara de Clarice Lispector. Tese. Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, 2018.

TELES, A. C. S. A relação entre pessoas e animais em contos de “A legião estrangeira”, de Clarice Lispector. Opiniães, [S. l.], v. 4, n. 6-7, p. 207-220, 2016. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/opiniaes/article/view/115199. Acesso em: 19 set. 2021.

Publicado
2021-11-20
Seção
Literatura de autoria feminina entre revisões e enfrentamentos