O ROMANCE DE FORMAÇÃO NERVOSO EM TSITSI DANGAREMBGA

Palavras-chave: Tsitsi Dangarembga, Romance de formação, Teoria literária

Resumo

Este artigo apresenta um estudo teórico-crítico do arco de desenvolvimento da personagem Tambudzai, protagonista do romance Nervous Conditions (1988), de autoria da escritora zimbabuana Tsitsi Dangarembga. O recorte reunido parte da ideia de subversão, por parte da autora, do romance de formação tradicional com bases em fundações romanescas europeias. Por fim, discutem-se as formas com que Dangarembga narra as tensões de uma história de amadurecimento e o que ela entrega a seu público leitor, em livro que amarra as contradições da experiência literária pós-colonial com a obra de estudiosos como Franco Moretti, Simon Hay e Frantz Fanon.

Biografia do Autor

Lauro Iglesias Quadrado, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Professor Adjunto do Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde coordena o projeto de pesquisa intitulado Da era acústica à era digital: manifestações sonoras nas literaturas de língua inglesa. Doutor em Letras – Literaturas de Língua Inglesa pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com período sanduíche através de premiação da Comissão Fulbright na University of Georgia (UGA).

Referências

APPIAH, K. A. Introduction. In: DANGAREMBGA, Tsitsi. Nervous conditions. Banbury, RU: Ayebia Clarke Pubishing, 2004, p. vii-xi.

BBC News. Africa’s women speak out. BBC News. Publicado em 26 mar 2005. Disponível em: http://news.bbc.co.uk/2/hi/africa/4370007.stm. Acesso em: 02 ago. 2021.

DANGAREMBGA, T. Condições nervosas. Trad. Carolina Kuhn Facchin. São Paulo: Kapulana, 2020 [livro eletrônico].

DANGAREMBGA, T. Nervous conditions. Banbury, RU: Ayebia Clarke Pubishing, 2004.

FANON, F. Os condenados da terra. Trad. José Laurênio de Melo. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira, 1968.

HAY, S. Nervous conditions, Lukács, and the postcolonial Bildungsroman. Genre, vol. 46, n. 3, pp. 317-344, outono 2013,

MORETTI, F. O romance de formação. Trad. Natasha Belfort Palmeira. São Paulo: Editora Todavia, 2020.

Publicado
2021-11-20
Seção
Literatura de autoria feminina entre revisões e enfrentamentos