O MÉTODO LANCASTERIANO NO BRASIL: CONTRIBUIÇÕES PARA A HISTÓRIA DE UMA POLÍTICA LINGUÍSITCA OITOCENTISTA

Ricardo Nascimento Abreu

Resumo


Neste texto, assumimos a implantação do método lancasteriano, através das suas aulas de gramática, como uma política linguística do Estado imperial brasileiro e buscamos estabelecer um diálogo com a noção de dispositivo, desenvolvida por Foucault (2009), em uma tentativa de contextualizar o método lancasteriano com um conjunto de outras políticas linguísticas coordenadas pelo Estado brasileiro: discursos em prol do fortalecimento do português em relação às línguas indígenas e africanas e a construção de gramáticas e dicionários da língua portuguesa, além de outras ações que gravitaram em torno das práticas educacionais de formação de professores para implantar este método no Brasil.


Texto completo:

PDF


ISSN 1980-8879


Classificação pela tabela de periódicos CAPES 2017-2020 como A2.


INDEXADORES