NOTAS SOBRE A RELAÇÃO CORPO-ESPAÇO-TEMPORALIDADE À LUZ DE MERLEAU-PONTY

  • Alessandra Silva UFAL

Resumo

Resumo: No contexto da Fenomenologia da Pecepção, o artigo pretende evidenciar o tema da corporeidade com ênfase nas dimensões de tempo e espaço. O argumento movimenta-se no sentido de descrever e relacionar o espaço habitado pelo corpo, ele mesmo uma espacialidade, atravessado pela temporalidade, ao sincronizar o arco da existência presente, tensionado por memórias e aberturas para o futuro. O aspecto da temporalidade, por sua vez, é para o autor um dos atributos inerentes ao corpo que conhece e percebe os objetos sensíveis à sua volta, e este processo acontece em contato com as coisas ao nosso redor e com a alteridade. Ao corpo fenomênico e temporal é possível uma percepção do tempo em novos e variados espaços, podendo demonstrar, em termos práticos, nossa capacidade de entendimento do tempo como um campo de presença aberto, com todas as possibilidades que nos é dada a partir de nossas referências às marcas do passado, memórias, hábitos, novas possibilidades de futuro, ideologias, valores, crenças, e tudo o mais que nos indique enquanto seres no mundo. Isto posto, o movimento seguinte deste artigo se dá no sentido de explorar algumas concepções de espaço, nesse ínterim incluindo o nosso próprio corpo enquanto espaço, e como o tempo encontra-se nele habitado, podendo nos trazer a experiência das memórias e das projeções de futuro. A tentativa que se espera é a de demonstrar existente uma relação corpo – tempo - espaço como forma de potência corporal que transita entre tempos e lugares dentro da perspectiva da fenomenologia da percepção.                               

Palavras-chave: Corpo, espaço, temporalidade, hábitos, memórias, projeção de futuro.

Publicado
2022-05-05