Origens, deslocamentos e possíveis rumos da intermediação cultural em arranjos contemporâneos da cultura.

Palavras-chave: intermediação cultural, cultura periférica, arranjos culturais contemporâneos

Resumo

Este artigo dispõe-se a revisitar a noção de intermediários culturais frente a recentes arranjos da cultura periférica no Brasil. Desde sua introdução por Bourdieu, o conceito tem sido objeto de sucessivas aproximações, dada a complexidade organizacional que define o setor cultural. Compreendidos como atores de mercado responsáveis pela mediação entre os bens simbólicos e as pessoas, os intermediários culturais atuam na esfera da legitimação, o que os torna figuras determinantes na configuração do ambiente cultural. Com a efervescência da produção cultural oriunda das periferias, novas dinâmicas de mediação são apresentadas, apontando possíveis caminhos e descaminhos para o exercício da intermediação cultural na contemporaneidade. Apreender esses trajetos integra a construção de um repertório de práticas mais democráticas, sob as quais cenários culturais mais autênticos e inclusivos podem ser moldados.

Biografia do Autor

Ana Carolina Louback Lopes, Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra

Doutoranda em Sociologia: Cidades e Culturas Urbanas, pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.

Referências

AÇÃO EDUCATIVA. Estéticas das Periferias. Youtube. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=izwMwzYUv2M>. Acesso em: 19 ago 2020, 22 Fev 2017.

BECKER, Howard Saul. Art worlds. Berkeley, Calif.: Univ. of California Press, 2011.

BOURDIEU, Pierre. Distinction: a social critique of the judgement of taste. Reprint 1984. ed. Cambridge, Mass: Harvard University Press, 1996.

BOVONE, Laura. Os novos intermediários culturais: considerações sobre a cultura pós-moderna. In: FORTUNA, C. (Org.). Cidade, cultura e globalização: ensaios de sociologia. Oeiras [Portugal]: Celta Editora, 1997. p. 103–118.

CASTELLS, Manuel. A questão urbana. São Paulo: Paz e Terra, 2009.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia, vol. 5. São Paulo: Ed. 34, 1997.

DELGADO, Andreza. Por que Comic Con na favela? Folha de São Paulo, São Paulo, SP, 1 Jan 2020. Opinião. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2020/01/por-que-comic-con-na-favela.shtml>. Acesso em: 7 jan 2020.

FEATHERSTONE, Mike. Culturas globais e culturas locais. In: FORTUNA, C. (Org.). Cidade, cultura e globalização: ensaios de sociologia. Oeiras [Portugal]: Celta Editora, 1997. p. 82–102.

FERREIRA, Claudino. Intermediação cultural e grandes eventos: notas para um programa de investigação sobre a difusão das culturas urbanas, Oficina do CES; 167. Coimbra: CES-FEUC, 2002.

FORTUNA, Carlos; SILVA, Augusto Santos. A cidade do lado da cultura: espacialidades sociais e modalidades de intermediação cultural. In: SANTOS, B. DE S. (Org.). Globalização: fatalidade ou utopia? Porto: Ed. Afrontamento, 2001. p. 409–461.

GANDRA, Alana. Festa Literária das Periferias celebra 50 anos da Cidade de Deus. Agência Brasil, Publicação digital, 8 Nov 2016. Disponível em: <http://agenciabrasil.ebc.com.br/cultura/noticia/2016-11/flupp-debate-racismo-e-homofobia-e-celebra-50-anos-da-cidade-de-deus>. Acesso em: 7 jan 2020.

GILMORE, Samuel. Arl Worlds: Developing the Interactionist Approach to Social Organization. In: BECKER, H. S.; MCCALL, M. M. (Org.). Symbolic Interaction and cultural studies. Chicago: Univ. of Chicago Press, 1990. p. 148–178.

GONZÁLEZ VÉLEZ, Estefania. VAI. Una apuesta por la cultura popular periférica emergente. Calle 14 revista de investigación en el campo del arte, v. 12, n. 2, p. 82, 3 Ago 2017.

HARVEY, David. Condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. 7. ed ed. São Paulo: Ed. Loyola, 1998.

HOOKS, Bell. Yearning: race, gender, and cultural politics. Boston, MA: South End Press, 1990.

LAHIRE, Bernard. Indivíduo e misturas de géneros: Dissonâncias culturais e distinção de si. Sociologia, Problemas e Práticas, v. 56, p. 11–36, 2008.

LEFEBVRE, Henri. The production of space. Oxford, OX, UK; Cambridge, Mass., USA: Blackwell, 1991.

NERY, Marcelo Batista; SOUZA, Altay Alves Lino De; ADORNO, Sergio. Os padrões urbano-demográficos da capital paulista. Estudos Avançados, v. 33, n. 97, p. 5–36, Dez 2019.

OLIVEIRA, Taiguara Belo De. O novo engajamento cultural: militância e trabalho com políticas públicas em São Paulo. 2018. Doutorado em Interfaces Sociais da Comunicação – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27154/tde-20072018-112445/>. Acesso em: 19 ago 2020.

OLIVEIRA, Joana. Ok, ‘boomers’, explicamos a Comic Con Experience, a festa ‘geek’ milionária que arrebata São Paulo. El País, Publicação digital, 7 Dez 2019. Disponível em: <https://brasil.elpais.com/cultura/2019-12-07/ok-boomers-explicamos-a-comic-con-experience-a-festa-geek-milionaria-que-arrebata-sao-paulo.html>. Acesso em: 19 ago 2020.

PUBLISH NEWS. Flupp ganha prêmio na Feira do Livro de Londres. Publish News, Publicação digital, 17 Abr 2016. Disponível em: <https://www.publishnews.com.br/materias/2016/04/17/flupp-ganha-prmio-na-feira-do-livro-de-londre>.

RIBEIRO, Djamila. O que é lugar de fala? Belo Horizonte, MG: Letramento, Justificando, 2017. (Feminismos Plurais).

SMITH MAGUIRE, Jennifer. The cultural intermediaries reader. 1st edition ed. Thousand Oaks, CA: SAGE Publications Ltd, 2014.

VILLAÇA, Flávio. Espaço intra-urbano no Brasil. São Paulo, SP: Studio Nobel, 1998.

Publicado
2021-01-27
Como Citar
LOUBACK LOPES, A. C. Origens, deslocamentos e possíveis rumos da intermediação cultural em arranjos contemporâneos da cultura. Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura, v. 14, n. 27, p. 211 - 224, 27 jan. 2021.