Pelo pão de cada dia: mulheres medievais, trabalho e ensino de história

Palavras-chave: Trabalho na Idade Média, Mulheres, Ensino de História

Resumo

O Ensino de História Medieval na Educação Básica constitui um contributo importante para a formação dos jovens estudantes em termos de conhecimento, ética e cidadania. Nesse sentido, propomos uma discussão sobre as mulheres e o trabalho na sociedade medieval, bem como propostas de atividades didáticas sobre a temática, voltadas para o Ensino Fundamental II. Buscamos assim, a promoção e a visibilidade da contribuição das mulheres na história, bem como a difusão de imagens não-discriminatórias e não-estereotipadas das mulheres. Para tal, concentramos a problematização na Europa medieval, especialmente entre os séculos XIII e XVI, conteúdo previsto pela BNCC para o 6º ano do Ensino Fundamental, explorando diferentes representações iconográficas e textuais acerca do trabalho feminino no período.

Biografia do Autor

Mariana Bonat Trevisan, UNINTER/Docente

Doutora em História (PPGH- UFF)

Professora do Centro Universitário Internacional UNINTER

 

Douglas Mota Xavier de Lima, UFOPA/ Docente. Coordenador do Legatio - grupo de pesquisa, ensino e extensão em História Medieval e Ensino de história.

Professor Adjunto da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).
Doutor em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF).
Membro do Sigillum: Estudos de diplomacia e história diplomática. Coordenador do Legatio - grupo de pesquisa, ensino e extensão em História Medieval e Ensino de história.
E-mail: douglas.mxl@ufopa.edu.br

Referências

BENNETT, Judith M; KARRAS, Ruth M. Women, Gender and Medieval historians. In: BENNETT, Judith M.; KARRAS, Ruth (org.). The Oxford Handbook of Women and Gender in Medieval Europe. Oxford: Oxford University Press, 2013, 1-17.

BENNET, Judith. Ale, Beer and Brewsters in England. Women’s work in a changing world- 1300-1600. Oxford/New York: Oxford University Press, 1996.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria da Educação Básica, 2018.

BROCHADO, Cláudia Costa; DEPLAGNE, Luciana Calado (org.). Vozes de mulheres na Idade Média. João Pessoa: Editora UFPB, 2018.

CAIMI, Flávia Eloisa. O livro didático de história e suas imperfeições: repercussões do PNLD após 20 anos. In: ROCHA, Helenice; REZNIK, Luís; MAGALHÃES, Marcelo de Sousa (org.). Livros didáticos de história: entre políticas e narrativas. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2017, p.33-54.

CERQUEIRA, Daniel; FERREIRA, Helder; BUENO, Samira (coord.). Atlas da Violência 2021. São Paulo: FBSP, 2021.

Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil. Rio de Janeiro: IBGE, Coordenação de População e Indicadores Sociais, 2021.

HEERS, Jacques. O trabalho na Idade Média. Lisboa: Publicações Europa-América, 1965.

KARRAS, Ruth. Women’s labors: reproduction and sex work in medieval Europe. Journal of Women's History, vol. 15, no. 4, 2004, p. 153-158.

KLAPISCH-ZUBER, Christiane. A mulher e a família. In: LE GOFF, Jacques (dir.). O homem medieval. Lisboa: Presença, 1990, p. 193-208.

LE GOFF, Jacques. O apogeu da cidade medieval. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

LIMA, Douglas Mota Xavier de. O novo já nasce velho: a Idade Média pós-BNCC e a questão da mulher medieval nos livros didáticos do Guia PNLD-2020. Brathair, 21, 1, p.216-245, 2021.

MACEDO, José Rivair. A mulher na Idade Média. 5ª edição. São Paulo: Contexto, 2002.

MARQUES, Antônio H. de Oliveira. A sociedade medieval portuguesa. Lisboa: Sá da Costa editora, 1971.

MISTURA, Letícia; CAIMI, Flávia. O (não) lugar da mulher no livro didático de história: um estudo longitudinal sobre relações de gênero e livros escolares (1910-2010). Aedos, Porto Alegre, v.7, n.16, p. 229-246, jul. 2015.

OLIVEIRA, Ana Rodrigues; OLIVEIRA António Resende de. A mulher. In: José MATTOSO (Dir.); VASCONCELOS E SOUSA, Bernardo de (Coord.). História da Vida Privada em Portugal. A Idade Média. Lisboa: Temas e Debates, 2011, vol. 1, p. 300-323.

OPITZ, Claudia. O quotidiano da mulher no final da Idade Média (1250-1500). In: DUBY, Georges; PERROT, Michelle (org.). História das mulheres. Volume 2: A Idade Média, sob direção de Christiane Klapish-Zuber. Porto: Afrontamento, 1993, p.353-435.

ORDENAÇÕES Afonsinas. 5v. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1984. V. 5.

ROFF, Shelley. Appropriate to her sex? Women’s participation on the Construction Site in Medieval and Early Modern Europe. In: EARENFIGHT, Theresa (ed.). Woman and Wealth in Late Medieval Europe. New York: Palgrave Macmillan, 2010, p. 109-134.

SCARANCE, Valéria. Violência contra a mulher: um desafio para o Brasil. In: Visível e Invisível: a vitimização de mulheres no Brasil. 2ª edição. São Paulo: FBSP e Instituto de Pesquisas Datafolha, 2019, p.25-29.

SILVEIRA, Marta de Carvalho. A representação da mulher medieval nos livros didáticos: uma visão comparativa. Revista de História Comparada, Rio de Janeiro, v.11, n.2, p.80-107, 2017.

SOARES, Vera. Políticas públicas para igualdade: papel do Estado e diretrizes. In: GODINHO, Tatau; SILVEIRA, Maria Lúcia da (org.). Políticas públicas e igualdade de gênero. São Paulo: Coordenadoria Especial da Mulher, 2004, p.113-126.

Publicado
2022-07-25
Como Citar
TREVISAN, M. B.; LIMA, D. M. X. DE. Pelo pão de cada dia: mulheres medievais, trabalho e ensino de história. Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura, v. 16, n. 30, p. 34 - 55, 25 jul. 2022.