Breves reflexões sobre gêneros textuais e livros didáticos

o conteúdo de História Medieval

Palavras-chave: Gêneros textuais, Livro didático, História Medieval

Resumo

Uma das maiores dificuldades tanto de docentes quanto de discentes é a interpretação e assimilação dos textos presentes nos livros didáticos de História. Ponderando a importância da linguagem na construção do conhecimento, o presente estudo buscou realizar brevemente algumas reflexões sobre a questão da linguagem, para assim se aproximar a algumas questões sobre a situação do conteúdo de História Medieval contido nos livros didáticos. Para isso, utilizamos os seguintes referenciais para desenvolver nosso trabalho: Maruschi (2005, 2008), Aranha e Martins (2013), Luria (1976), Bakhtin (2011), Wittke (2012), Costa (2014), Wachowicz (2012), Sales (2016), Silva (2011) e Pereira (2017). Neste sentido, é importante o conhecimento sobre gêneros textuais para aplicá-los na utilização do conteúdo de História Medieval nos livros didáticos, tornando assim o aprendizado mais significativo para os discentes.

Biografia do Autor

Luciano José Vianna, Universidade de Pernambuco - Campus Petrolina

Professor Adjunto de História Medieval na Universidade de Pernambuco/campus Petrolina. Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) da Universidade de Pernambuco/campus Petrolina. Doutor em Cultures en contacte a la Mediterrània pela Universitat Autònoma de Barcelona (UAB). Pós-Doutor em História pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Membro do Institut d’Estudis Medievals (UAB-IEM). Coordenador do Spatio Serti – Grupo de Estudos e Pesquisa em Medievalística (UPE/campus Petrolina). E-mail: luciano.jose.vianna@gmail.com. ORCID: http://orcid.org/0000-0001-7355-7609. O presente trabalho foi realizado com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Brasil (CAPES) – Código de Financiamento 001. 

Antonione Antunes dos Santos

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) da Universidade de Pernambuco/campus Petrolina.

Referências

ADAM, J.-M. A Linguística Textual: Introdução à análise textua dos discursos. São Paulo: Cortez, 2008.

ALMEIDA, E. F. O discurso da apresentação dos livros didáticos: um estudo semiótico. 2010. São Paulo, 2010. 148f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2010.

AVELINO, M. A. As abordagens da história ibérica medieval nos livros didáticos da educação básica. 2017. 190 f. Dissertação (Mestrado em História Ibérica) - Universidade Federal de Alfenas, Alfenas, MG, 2017.

BAKHTIN, M. Gêneros do Discurso. Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

BITTENCOURT, C. Em foco: história, produção e memória do livro didático. Educação e Pesquisa, p. 296-473, 2004.

BITTENCOURT, C. (org.). Livros didáticos entre texto e imagens. In: O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2013, p. 69-90.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base nacional comum curricular. Brasília, DF, 2017.

COSTA, S. R. Dicionário de gêneros textuais. Belo Horizonte: Autênitica Editora, 2014.

FERNANDES, A. C. (Org.). Projeto Araribá Mais. 4ª. ed. São Paulo: Moderna, 2018, 6º ano.

FRANCO JÚNIOR, H. Raízes medievais do Brasil. Revista USP, n. 78, p. 80-104, 2008.

GIL, Carmen Zeli de Vargas; ALMEIDA, Dóris Bittencourt. Práticas pedagógicas em história: espaço, tempo e corporeidade. Erechim: Edelbra, 2012.

GIRALDI, P. M.; SOUZA, S. C. DE. O Funcionamento De Analogias Em Textos Didáticos De Biologia : Questões De Linguagem. Ciência & Ensino, v. 1, n. 1, p. 9-17, 2006.

LE GOFF, J. Uma longa Idade Média. 3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

MACEDO, J. R. Repensando a Idade Média no Ensino de História. In: História na sala de aula: conceitos, práticas e propostas. Leandro Karnal (Org.). São Paulo: Contexto, 2013, p. 109-125.

MACHADO, A. R.; CRISTOVÃO, V. L. L. A construção de modelos didáticos de Gêneros: Aportes e Questionamentos para o Ensino de Gêneros. In: ABREU-TARDELLI, L. S.; CRISTOVÃO, V. L. L. (Eds.). Linguagem e educação: o ensino e a aprendizagem de gêneros textuais. 1a ed. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2009. p. 123-151.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Gêneros textuais: Definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, Angela Paiva; MACHADO, Anna Rachel; BEZERRA, Maria Auxiliadora. (Org.). Gêneros textuais e ensino. 3. ed. Rio de janeiro: Lucerna, 2005.

MARCUSCHI, L. A. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. 3a ed. São Paulo: Parábora Editorial, 2008.

PEREIRA, N. M. M.; GIACOMONI, M. P. Possíveis Passados: representações da Idade Média no Ensino de História. Porto Alegre: Zouk, 2008.

PEREIRA, N. M. A invenção do medievo: narrativas sobre a Idade Média nos livros didáticos de história. In: Livros didáticos de história: entre políticas e narrativas. Helenice Rocha, Luis Reznik, Marcelo de Souza Magalhães (Orgs.). Rio de Janeiro: FGV, 2017, p. 169-184.

ROBERTO, T. M. G.; POSSA, A. D. Produção de textos didáticos. Florianópolis: IFSC, 2014.

SALES, M. H. B. M. As produções imagéticas dos livros didáticos de História e a construção do conhecimento discente. 2016. 112 f. Dissertação (Mestrado Profissional em História) – Universidade Federal de Goiás, Catalão, 2016.

SANTANA, A. N. A variação linguística no livro didático e na prática docente de Língua Portuguesa: políticas e ideologias linguísticas. 2017, 183 f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem), Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2017.

SILVA, E. Livros didáticos e ensino de História: a Idade Média nos manuais escolares do Ensino Fundamental. História & Ensino, v. 17, n. 1, p, 2011.

SOUZA, E. G. de. Gêneros textuais na perspectiva da educação profissional. Recife: UFPE, 2008.

STRÖHER, C. E. Aprendendo com imagens: a função das fontes visuais nos livros didáticos de História. Aedos, num. 11, vol. 4, p. 46-70, set. 2012.

VAZ, A. O. A.; PRATES, E. G. C. A influência da Idade Média em nossos dias: cultura, representações e festividades. Revista Eletrônica de Divulgação Científica da Faculdade Don Domênico, 2016.

WACHOWICZ, T. C. Análise Linguística nos gêneros textuais. 1ª Edição. São Paulo: Saraiva, 2012.

WITTKE, Cleide Inês. O trabalho com o gênero textual no ensino de língua. Caderno de Letras. Pelotas, n. 18, p. 14-32, 2012.

Publicado
2022-07-25
Como Citar
VIANNA, L. J.; SANTOS, A. A. DOS. Breves reflexões sobre gêneros textuais e livros didáticos: o conteúdo de História Medieval. Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura, v. 16, n. 30, p. 151 - 167, 25 jul. 2022.