https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/issue/feed Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura 2021-10-28T21:30:42-03:00 Antônio Fernando de Araújo Sá revistapontadelanca@gmail.com Open Journal Systems <p><strong>Escopo</strong>: Ponta de Lança é uma publicação do Grupo de Pesquisa História Popular do Nordeste do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Sergipe. Sua proposta é constituir-se em veículo interdisciplinar voltado para o debate sobre História, Memória e Cultura, com ênfase na História do nordeste, compreendida tanto no seu aspecto diacrônico (esfera da história tradicional) quanto no seu aspecto sincrônico (onde a história é uma história do tempo presente).<br><strong>E-ISSN: </strong>1982-193X</p> https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/16076 Expediente 2021-07-21T16:17:28-03:00 Editores revistapontadelanca@gmail.com 2021-07-21T14:20:42-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/16080 Apresentação 2021-07-21T16:17:29-03:00 Os Editores revistapontadelanca@gmail.com 2021-07-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/16081 Religião e Indústria Cultural 2021-07-21T16:17:29-03:00 Péricles Andrade periclesdcs@academico.ufs.br Silvério Leal Pessoa silverio.pessoa@unicap.br <p>&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;</p> 2021-07-21T14:50:14-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/15828 O Ilu quando bate não tem coração que não vibre: o som que se desloca do terreiro para espaços profanos 2021-07-21T16:17:29-03:00 Silvério Leal Pessoa silverio.pessoa@unicap.br Zuleica Dantas Pereira Campos Zuleica.campos@unicap.br <p>Temos como objetivo demonstrar a presença da religião afro-brasileira em espaços não-consagrados através do deslocamento que o ilu realiza entre o terreiro até os palcos. Esse deslocamento é feito por meio de um ogã que exerce duas funções: uma como músico de cerimônias sagradas; e outra como membro de uma banda de um artista que trabalha com a tradição popular. Para isso, foi realizada entrevista com um pai de santo no bairro do Morro da Conceição no município do Recife, PE, e com um músico e ogã. A finalidade da pesquisa é também demonstrar uma conexão híbrida que o instrumento realiza entre os toques sagrados aos orixás e as canções da cultura contemporânea, uma reconfiguração do toque do terreiro inserido em outro campo musical, ao mesmo tempo em que as mesmas conexões entre esses “dois mundos” apontam para um diálogo possível.</p> <p>We aim to demonstrate the presence of Afro-Brazilian religion in non-consecrated spaces through the displacement that Ilu performs between from the terreiro to the stage. This displacement is done through an ogã who performs two functions: one as a musician of sacred ceremonies and another as a member of a band of an artist who works with the popular tradition. An interview was conducted with a father of a saint in the neighborhood of Morro da Conceição in the city of Recife, PE, and with a musician and ogã. The purpose of the research is also to demonstrate a hybrid connection made by the instrument between the sacred touches to the orixás and the songs of the contemporary culture, a reconfiguration of the touch of the terreiro inserted in another musical field, at the same time that these same connections between these "two worlds "point to a possible dialogue.</p> <p><strong>Keywords</strong>: terreiros music; ogã; afro-brazilian religions; hybridism; dialogue.</p> 2021-07-21T15:01:31-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/15829 O Mensageiro da Paz e Luz nas Trevas: as inovações da Industria Cultural nas Igrejas Assembleias de Deus e a tradição na Igreja Batista Sueca no Brasil 2021-07-21T16:17:30-03:00 Marina Aparecida Oliveira dos Santos Correa marinasantoscorrea@gmail.com Samuel Pereira Valério samuelpvalerio@gmail.com <p>O presente dossiê tem como objetivo elucidar alguns aspectos das inovações da industrial cultural nas Igrejas Assembleias de Deus no Brasil (ADs) fundada em 1911, em Belém – PA por dois missionários suecos. As ADs desde o ano de 1918 já possuía o jornal oficial, <em>Boa Semente</em>; no ano de 1929, as ADs lançaram o segundo jornal <em>O Som Alegre</em> de circulação interna; no ano de 1930, o jornal <em>O Som Alegre</em> deu lugar ao jornal, <em>Mensageiro da Paz</em>, de circulação nacional; as ADs seguiram o exemplo do movimento mundial do pentecostalismo, por onde esse movimento passava, lançava impressos periódicos dando notícias e testemunhos como prova da origem divina desse movimento. Outro exemplo ocorreu com a Igreja Batista Sueca (IBS), fundada no ano de 1912 no Brasil, por outros missionários suecos, na cidade de Guarani – RS. Em 1919, surge dentro desta igreja, uma iniciativa importante, estabelecer um periódico como forma de trazer ao conhecimento as notícias das igrejas já fundadas no Brasil e relatos das igrejas em território sueco, o Jornal <em>Luz nas Trevas</em> em 1927. &nbsp;Com o passar dos anos, devido as transformações no campo religioso brasileiro, com novos surgimentos de novas vertentes pentecostais, com práticas mais inovadoras, se fez necessário às igrejas mais tradicionais, utilizarem-se da mídia e dos meios de comunicação de massa, sobretudo, a televisão, como ferramenta atrativa de comunicação com seus fiéis, e, ao mesmo tempo, abrir concorrência em outros segmentos. Porém, nem todos os grupos do movimento pentecostal seguiram a lógica da indústria cultural, como é o caso da IBS. O presente escrito tem como objetivo averiguar, os bens simbólicos ofertados segundo a lógica da indústria midiática, sobretudo, a partir do trabalho religioso pelas as ADs. Assim pensar, que as ADs aderiram à lógica da indústria midiática como forma de manutenção de seus empreendimentos religiosos no disputado mercado de bens simbólicos de salvação, enquanto a IBS continuou mais retraída, sem visibilidade midiática.</p> 2021-07-21T15:22:08-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/15808 A Indústria Cultural e o campo regilioso brasileiro contemporâneo 2021-07-21T16:17:31-03:00 José Ferreira Júnior ferreirajunior.jose@yahoo.com.br Janaina Freire Santos janainasantos1983@hotmail.com <p>Este texto tem como objetivo estabelecer discussão acerca da atuação da indústria cultural no campo religioso brasileiro. Mostra a apropriação das mídias eletrônicas pelas instituições religiosas que a justificam sob o discurso do cumprimento de sua missão de anunciar as “boas novas”. Além disso, expõe as maneiras por que tais instituições buscam conquistar e fidelizar clientes/fiéis, na busca de vender a produção simbólica religiosa que oferecem. É feita exposição teórica do que é a indústria cultural, mostra-se o uso das mídias eletrônicas por ela e, por fim, como atua no campo religioso brasileiro. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de cunho exploratório bibliográfico.</p> <p><strong>Abstract</strong></p> <p>This text aims to establish a discussion about the role of the cultural industry in the Brazilian religious field. It shows the appropriation of electronic media by religious institutions that justify it under the discourse of fulfilling their mission of announcing the “good news”. In addition, it exposes the ways in which such institutions seek to win and retain customers/faithfuls, in the quest to sell the symbolic religious production they offer. Theoretical exposition is made of what the cultural industry is, the use of electronic media by it and, finally, how it operates in the Brazilian religious field. Discourses of authors who deal with the theme of the use of religion as a commodity, as well as what they say, seeking to justify their practices, renowned Brazilian religious leaders, are brought to the discussion. The discursive clashes existing within the Brazilian religious field are also exposed and analyzed. This is a qualitative research with an exploratory bibliographic nature.</p> <p><strong>Keywords</strong>: Cultural Industry, Religious Institutions, Media.</p> <p>&nbsp;</p> 2021-07-21T15:25:41-03:00 Copyright (c) https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/15237 Templo, Espetáculo e Consumo: formas reducionistas de pertencimento religioso 2021-07-21T16:17:31-03:00 Drance Elias da Silva drance.silva@unicap.br Adriana Guilherme Dias da Silva Figueirêdo dricapresbi@gmail.com <p>A compreensão da "atividade religiosa" no domínio e na prática das religiões, especialmente do tipo neopentecostal, tem vindo a sofrer alterações, porque, pelo menos durante as últimas três décadas, a "atividade religiosa" tem soado como uma atividade econômica ou tem sido alargada a esta compreensão. É inegável que as mudanças políticas, econômicas e sobretudo culturais, por exemplo, na questão da identidade, tiveram e continuam a ter um impacto relevante na sensibilidade religiosa e no comportamento das pessoas. Chama a atenção, nos mais variados aspectos religiosos, para o quanto a renovação de sentimentos e pertenças se exprime de forma redutora do ponto de vista econômico, em que os serviços e as atividades são meros produtos que respondem às exigências de uma sociedade em que o mercado se tornou uma referência absoluta, e que contém eficiência. Tanto para uma análise teórica como empírica desta questão, uma abordagem das Ciências Sociais e da Religião reveste-se de uma importância fundamental. Este estudo pretende refletir sobre a natureza da relação entre religião, sociedade e economia, a fim de identificar no discurso religioso um ethos de expressão induzida: o consumismo associado à prosperidade como condição de pertença religiosa.</p> 2021-07-21T15:29:15-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/15786 Posicionamentos do Cristianismo Brasileiro nos espaços virtuais 2021-07-21T16:17:32-03:00 Naccer Cayc Ribeiro Donato naccercaycrd@gmail.com Rogério Tiago Miguel rogeriotiagomiguelit@gmail.com <p>O Cristianismo no Brasil se apresenta um tanto quanto sincrético e aberto. Se por um lado ele é aberto à diálogos com o diferente se lançando à um modelo pluralista, por outro lado ele se apresenta conservador com tendências de isolamento em relação aos avanços sociais e culturais e tornou-se alheio a cultura do seu tempo. Uma compreensão do cenário das tradições cristãs brasileiras atuais e de seus movimentos de Sincretismo, através de discursos e de posicionamentos religiosos é objetivada, com análises de discursos e mensagens transmitidas pelos ambientes digitais de linhas religiosas cristãs brasileiras e respectivas igrejas e/ou comunidades cristãs influentes. Assim, uma netnografia (método de pesquisa em ambientes digitais e/ou comunidades online), com o norte de teorias da modernidade e de investigações científicas atuais, se apresenta para analisar o cenário cultural brasileiro atual das religiosidades cristãs e suas conjunturas, como as suas características dentro dos ambientes digitais específicos de cada comunidade em comparação. Diante dessa polaridade se percebe uma terceira problemática o que se entende como uma problemática de cunho teológico em ambiente digital e, não se conseguiu definir se está dentro deste ambiente a sua teologia é uma “Teologia de tolerância” ou uma “Teologia unilateral” ou então, uma outra teologia. Pretende-se neste artigo compreender de que forma o ambiente digital apresenta a(s) teologia(a) cristãs. Houve uma “diluição” ou uma preservação do modelo teológico?</p> <p><strong>Palavras-chave: </strong>Cristianismo; Sincretismo; Ambiente digital.</p> <p><strong>Abstract:</strong></p> <p>The Christianity in Brazil is somewhat syncretic and open. If, on the one hand, he is open to dialogues with different, launching himself into a pluralist model, on the other hand he is conservative with tendencies of isolation in relation to social and cultural advances and has become alien to culture of his time. An understanding of scenario in now Brazilian Christian traditions and their Syncretism movements, through discourses and religious positions is aimed at, with analysis of discourses and messages transmitted by digital environments of Brazilian Christian religious lines and respective churches and/or influential Christian communities. Thus, a netnography (research method in digital environments and/or online communities), with theories of modernity and now scientific investigations, presents itself to analyze the now Brazilian cultural scenario of traditional Christian religiosities and their conjunctures and their characteristics within specific digital environments of each community. Faced with this polarity, a third issue is perceived, which is understood as a theological issue in a digital ambient, and it was not possible to define whether its theology is within this ambient, a “theology of tolerance” or a “unilateral theology” or else, another theology. The aim of this article is understanding how the digital ambient presents Christian theology (s). Was there a “dilution” or a preservation of the theological model?</p> <p><strong>Keywords:</strong> Christianity; Syncretism; Digital ambient.</p> 2021-07-21T15:32:50-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/16044 A Doxa Conservadora no Brasil: mídia evangélica e eleições presidenciais em 2018 2021-07-21T16:17:32-03:00 Adam Henrique Freire Sousa adamfreire25@gmail.com Andrea Vettorassi avettorassi@ufg.br Péricles Morais de Andrade Júnior periclesmorais@hotmail.com <p>O presente trabalho consiste em uma análise dos textos produzidos pelos websites jornalísticos religiosos Gospel Mais e Gospel Prime, que constroem notícias políticas com um viés cristão conservador durante as eleições brasileiras de 2018. Esses portais chamam a atenção por produzirem um noticiário político seguindo “uma cosmovisão cristã” ainda que voltada apenas para o público evangélico em geral. O estudo procurou compreender os processos textuais necessários para produção da notícia política sobre as eleições de 2018 sob o viés dessa “cosmovisão cristã”. Para a realização desse trabalho foram utilizados os conceitos de análise de Pierre Bourdieu (1997, 2008, 2007) sobre ortodoxia, ou, o discurso dos conservadores, nos campos da mídia jornalística, da religião e da política.</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>Abstract</strong></p> <p>This paper consists of an analysis of the texts produced by the religious news websites <em>Gospel Mais</em> and <em>Gospel Prime</em>, which have presented political news based on a conservative Christian perspective during the 2018 Brazilian elections. These websites draw attention as they produce political news based on “a Christian worldview”, even though only aimed at the evangelical audience in general. The study aimed to understand the textual processes necessary to produce political news regarding the 2018 election from the perspective of that “Christian worldview.” To carry out this study, we used Pierre Bourdieu's concepts of analysis on orthodoxy (1997, 2008, 2007) or the discourse of conservatives in the fields of news media, religion, and politics.</p> <p><strong>Keywords: </strong>conservatism, religion, politics, media.</p> 2021-07-21T15:35:24-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/14283 A passagem para a Pós-modernidade na Literatura Sergipana 2021-07-21T16:17:32-03:00 Thiago Martins Prado minotico@yahoo.com.br <p>No findar da modernidade, manifestações literárias, como frutos de fenômenos sociais insurgentes, cobraram do aparato teórico-crítico revisões sobre a compreensão do fenômeno literário. Em relação à literatura sergipana, as poesias de Santo Souza, Mário Jorge e Araripe Coutinho, de diferentes maneiras, apontaram para esse contexto de entrada na pós-modernidade. &nbsp;Nesse sentido, o objetivo deste estudo é apontar como objetos estéticos da literatura sergipana contemporânea exigiram da crítica literária uma urgência de fala plural dantes ainda não experimentada. Para isso, discussões teóricas sobre os estudos literários foram resgatadas para contextualizar a consolidação e o desgaste da modernidade literária – com uma ilustração de autores sergipanos no momento de declínio da modernidade. Como resultado, nota-se como exemplares da literatura sergipana contemporânea condizem com as atuais emergências teóricas da crítica literária.&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;</p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> Crítica literária; literatura sergipana contemporânea; revisões críticas.</p> <p><strong>ABSTRACT</strong></p> <p>By the end of modernity, as a result of social phenomena, rising literary movements demanded the critics to revise their comprehension of what was literature. Regarding Sergipe’s literature, the poetry of Santo Souza, Mário Jorge and Araripe Coutinho, points towards the transitions into post-modernity. Bearing this in mind, this paper aims at highlighting how Sergipe’s literary object posed to the literary critics an urge for plural speaking that had not been experienced before. For this purpose, we revised theoretical literary discussions regarding the rise and fall of modernity in literature - alluding to Sergipe’s authors regarding the fall of modernity. The result of this endeavor suggests that the Sergipe’s literary works examined here are in consonance with the emerging literary theories.</p> <p><strong>Keywords:</strong> Literary criticism, Sergipe’s contemporary literature, Critical reviews.</p> 2021-07-21T15:39:35-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/14734 Uma Crítica ao papel reservado à mulher na sociedade Colonial. 2021-07-21T16:17:33-03:00 Karla Maria Silva kmsilva2@uem.br Lupércio Antônio Pereira silva.karlamaria@gmail.com <p>Este artigo analisa as reflexões do desembargador luso-brasileiro João Rodrigues de Brito, contidas num escrito elaborado em Salvador, em 1807. Ele criticava o confinamento da mulher no espaço privado, traço que denunciava a mentalidade tradicionalista da sociedade colonial, e defendia o direito da mulher exercer funções fora do recinto doméstico. Defendia também sua autonomia e livre comunicação com os homens, o que revela no Brasil ainda pré-independência a presença de ideias vinculadas às transformações políticas, econômicas e sociais que ocorriam à época. A metodologia consistiu no levantamento e estudo da bibliografia relativa às mulheres do período colonial, seguida da análise dos escritos de João Rodrigues Brito e de outros escritos contemporâneos ao período.</p> 2021-07-21T15:43:13-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/15901 A formação de professores para a Educação Básica 2021-10-28T21:30:42-03:00 Luciano José Vianna luciano.jose.vianna@gmail.com <p>Neste artigo, apresentamos as nossas reflexões e experiências sobre a formação de professores através da nossa prática docente na disciplina História Medieval II no Ensino Superior, seguindo as propostas e reflexões dos seguintes autores: Fernándes (1999), Figueiredo Nogueira (2002), Macedo (2016), Lima (2019) Cruz e Hobold (2018), Fagundes (2016), Fazenda (2012), Japiassú (1976), Lück (1995), Pimenta (2005), Santos (2012), Guimarães (2018) e Silva e Guimarães (2017). Neste sentido, abordamos brevemente a trajetória da disciplina História Medieval no âmbito universitário brasileiro, apresentamos e problematizamos a proposta da disciplina História Medieval II, problematizamos o conteúdo sobre História Medieval na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e refletimos sobre os aspectos interdisciplinares da disciplina na formação de professores. Como conclusão, destacamos a necessidade de considerar a relação entre a práxis docente, o conteúdo da BNCC e o conteúdo curricular em nossa prática de sala de aula, assim como a importância da interdisciplinaridade na formação docente.</p> 2021-07-21T15:45:27-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/14828 “Quando pensamos em ir embora da nossa cidade, não é porque realmente queremos ir” 2021-07-21T16:17:34-03:00 Márcio Douglas de Carvalho e Silva conectadonomarcio@hotmail.com <p>Nas últimas décadas, o Maranhão destacou-se como um Estado nordestino que apresentou grande número de emigrantes para outras regiões brasileiras; homens e mulheres, que deixaram seus locais de origem em busca de cidades que possivelmente ofertavam postos de trabalho. Este artigo, tem como objetivo analisar a migração de jovens da cidade de Codó-MA, para o Centro-Oeste do Brasil, em busca de emprego. Utilizamos como metodologia a aplicação de uma entrevista semiestruturada, realizada por meio de uma rede social, através da qual, identificamos que a falta de oportunidade de empregos no município onde residiam e a necessidade de ter uma renda própria após a conclusão da educação básica, foram fatores que impulsionaram a decisão de migrar.</p> 2021-07-21T15:47:41-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/15804 História e Lutas no Território do Araripe. 2021-07-21T16:17:34-03:00 Esmeraldo Leal dos Santos esmeraldoleal@gmail.com <p>O presente artigo relata a experiência do processo síncrono de imersão no território do Araripe, como parte do método da Pedagogia da Alternância proposto pelo Programa de Agroecologia e Desenvolvimento Territorial (PPGADT), do doutorado em Agroecologia e Desenvolvimento Territorial da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Relata as experiências de vida e de luta de lideranças que atuam no campo e que tem a agroecologia como base de sobrevivência e de resistência, no Território do Araripe.</p> 2021-07-21T15:49:49-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/15833 Entre sertões e representações: ensaios e estudos, uma visada biobibliográfica 2021-07-21T16:17:34-03:00 Marcos Silva silva.marcos@uol.com.br <p>&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> 2021-07-21T15:52:10-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura https://seer.ufs.br/index.php/pontadelanca/article/view/15433 Bandidos como força histórica – Hobsbawm e as transformações silenciosas 2021-07-21T16:17:34-03:00 Vitor Nunes vitornunesvvv@gmail.com <p>Obra: HOBSBAWM, E. J. <strong>Bandidos</strong>. 5ª ed. Tradução de Donaldson M. Garschagen. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2017</p> 2021-07-21T15:54:08-03:00 Copyright (c) 2021 Ponta de Lança: Revista Eletrônica de História, Memória & Cultura