TENSÃO ENTRE INDIVÍDUO E ESTADO NOS PRINCÍPIOS DO DIREITO DA GUERRA DE ROUSSEAU

  • Cristiano de Almeida Correia Mestre em Filosofia pela UFS e Pesquisador do Grupo de Ética e Filosofia Política do NEPHEM/UFS
  • Evaldo Becker Doutor em Filosofia pela USP e Professor do Departamento de Filosofia da UFS

Abstract

Nosso intuito nesse artigo é apresentar algumas facetas do pensamento do filósofo Jean-Jacques Rousseau, no que concerne às conflituosas relações que se estabelecem entre os indivíduos e os Estados. Pensamos que tais reflexões podem nos auxiliar a pensar nosso belicoso mundo contemporâneo. Para tanto, nos serviremos principalmente dos textos Do contrato social e Princípios do direito da guerra, de Rousseau.

Published
2014-06-10
Issue
Section
Dossiê Filosofia Política e relações internacionais