HUME, DAVID. Diálogos sobre a Religião Natural. Tradução de Bruna Frascolla Bloise. Salvador: Edufba, 2016.

Marcos Fonseca Ribeiro Balieiro

Resumo


Os Diálogos sobre a Religião Naturalestão, certamente, entre as obras mais conhecidas de David Hume. Dividido em doze partes, o texto examina, por meio de um diálogo entre o místico Demea, o deísta Cleantes e o cético Filo, diversos argumentos acerca da existência e da suposta natureza da divindade. Trata-se de publicação que gerou enorme controvérsia. Hume afirma, em carta de 10 de março de 1751 a Sir Gilbert Elliot, que faz de Cleantes “o herói” da história. Ainda, em outra correspondência, remetida em 8 de junho de 1776 a William Strahan, seu editor, Hume pretende convencê-lo a publicar os Diálogos, não sem apresentar a ressalva de que, ainda que o cético seja silenciado ao final, a obra apresenta, antes disso, tópicos que poderiam gerar comoção. 

Texto completo:

PDF