TRADUÇÃO: Carta de Sêneca a Lucílio, CVII

Aldo Lopes Dinucci

Resumo


(1) Onde está aquela tua prudência? Onde a sagacidade nas coisas que se devemdiscernir? Onde a grandeza de alma? Já as pequenas coisas te afligem? Teus servos viram emtuas ocupações a oportunidade de fuga. Se os amigos te enganaram, que tenham então estenome, o qual nosso erro lhes colocou de modo impensado. E que sejam assim chamados, paraque seja mais vergonhoso não o serem. Pois bem, há algo a menos entre as tuas coisas: aquelesamigos que agora te faltam são aqueles que destruíam a tua obra e te consideravam molesto aosdemais

Texto completo:

PDF PDF