A CONTRADIÇÃO DA RACIONABILIDADE FALIBILISTA

Remi Schorn

Resumo


O problema que trata o presente artigo pode ser expresso nas seguintes questões: teoriasfalseadas podem continuar sendo referência para ações empíricas? E, teoricamente devemos aceitarcomo verdadeiras aquelas teorias não falseadas? Ao que parece Popper produziu uma respostacontroversa às questões acima, ele afirmou não ser racional acreditar em teorias e sim duvidar delas,no entanto, afirmou igualmente que na dimensão empírica é racional depender de teorias, mesmofalseadas. Com o intuito de problematizar a proposta popperiana, lançamos a seguinte questão: arefutabilidade, que impõe às proposições não falsificáveis a exclusão do universo das ciências, podeser universalizada?

Texto completo:

PDF