A IDÉIA DE UMA HISTORIOGRAFIA DIRECIONADA PARA A VIDA E A CRÍTICA AO CONCEITO DE PROGRESSO NA FILOSOFIA DE NIETZSCHE

  • Renato Nunes Bittencourt Doutorando em Filosofia PPGF-UFRJ

Abstract

Este artigo analisa a reflexão nietzschiana sobre a relação da cultura européia do séc.XIX com o desenvolvimento da perspectiva historicista, o modo pelo qual tal tendência seassociava a um exercício exacerbado de acúmulo erudito de informações, que, ao invés depromoverem o cultivo da genialidade humana, na verdade motivavam o seu declínio vital, e deque maneira esse projeto cultural historicista se baseia numa noção teleológica da história dacivilização ocidental, sustentada pela idéia de que a humanidade caminha ao estado deprogresso contínuo, pois uma razão superior ordena nossa realidade concreta. Para Nietzsche,tal concepção retira do presente a sua significação, postergada para um futuro ideal.F
Published
2013-03-01
How to Cite
Bittencourt, R. N. (2013). A IDÉIA DE UMA HISTORIOGRAFIA DIRECIONADA PARA A VIDA E A CRÍTICA AO CONCEITO DE PROGRESSO NA FILOSOFIA DE NIETZSCHE. Prometheus - Journal of Philosophy, 2(4). https://doi.org/10.52052/issn.2176-5960.pro.v2i4.737
Issue
Section
Original Articles