PROJEÇÕES UTÓPICAS DE UM BRASIL LIBERTÁRIO

A MILITÂNCIA DE EDGAR LEUENROTH NOS ANOS INICIAIS DA DITADURA MILITAR

  • Cláudia Tolentino Gonçalves Felipe

Resumo

Edgard Leuenroth (1881-1968), militante brasileiro, colocou sua pena à disposição do anarquismo desde as primeiras décadas do século XX. Este artigo se detém nos últimos anos de sua atuação e analisa sua participação no jornal Dealbar (1965-1968) e um projeto utópico manuscrito que deixou inacabado em razão de sua morte, intitulado Qual a solução para o Brasil?. Neste projeto reflexões inéditas somam-se à textos publicados anteriormente ao longo de sua trajetória, a fim de delinear caminhos para a construção da anarquia no país. Pretende-se analisar como este militante aponta para os princípios da solidariedade e do universalismo como instrumentos para a edificação da utopia libertária no país em um momento marcado pelo julgo autoritário dos anos iniciais da ditadura brasileira (1964-1968).
Palavras-chave: Utopia; anarquismo; ditadura; solidariedade; universalismo

Publicado
2022-01-27