UMA ODISSEIA ÀS AVESSAS

O DESERTOR, DE SILVA ALVARENGA

  • Jean Pierre Chauvin
  • Cleber Vinicius do Amaral Felipe

Resumo

Neste ensaio, comentam-se alguns episódios de O Desertor, poema herói-cômico composto por Manuel Inácio da Silva Alvarenga (1749-1814) no final do século
XVIII, levando-se em conta a conceituação do gênero a que a obra se filia, bem como a fortuna crítica existente. Na leitura, relembra-se que os poetas árcades precisam ser lidos a salvo de conceitos anacrônicos e derivações biográficas. Em lugar de uma abordagem de cunho impressionista, sugere-se que o poema seja considerado como discurso resultante do engenho do poeta, em diálogo com diversas obras, desde a Antiguidade greco-latina.
Palavras-chave: Gênero herói-cômico; poesia luso-brasileira; século XVIII.

Publicado
2022-07-13