Produção de animações como ferramenta para discutir a questão ambiental: uma vivência lusófona

  • Tatiana Ferreira dos Santos

Resumo

O presente escrito é fruto do minicurso desenvolvido
no III Congresso Internacional de Educação Ambiental ocorrido
na cidade de Murtosa em Portugal. O trabalho objetiva evidenciar
as produções desenvolvidas durante o minicurso e acentuar
os debates incitados durante as atividades propostas, dentre elas,
a produção de animações através da técnica stop motion, partindo
da construção de roteiros focados na valorização da cultura
local das regiões de origem dos participantes. O intuito da
atividade perpassou o compartilhamento de saberes ambientais
em busca da promoção de sociedades sustentáveis. Para tanto,
a produção de animações foi de crucial importância como
potencial ferramenta que possibilitou diálogos, experiências e
compartilhamento de saberes necessários para discutir e refletir
criticamente sobre as relações socioambientais e a questão ambiental
eminentes na sociedade atual.
Palavras-chave: Educação Ambiental; Animação; Cultura local

Biografia do Autor

Tatiana Ferreira dos Santos
Assistente social. Mestranda em Educação (PPGED/UFS). Colaboradora do Projeto Sala Verde naUFS e integrante do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação
Ambiental de Sergipe - GEPEASE. Bolsista CAPES.
Publicado
2015-11-08
Como Citar
Santos, T. F. dos. (2015). Produção de animações como ferramenta para discutir a questão ambiental: uma vivência lusófona. Revista Sergipana De Educação Ambiental, 2(1), 130-144. https://doi.org/10.47401/revisea.v2i1.4448