Universidade, pesquisa e docência: reflexões críticas sobre os abusos do atual governo

Palavras-chave: Brasil. Docência. Pesquisa. Universidade. Obscurantismo.

Resumo

O presente escrito examina as atuais críticas endereçadas à universidade, à dimensão da pesquisa e aos professores. O intuito é apresentar, mediante análise e interpretação crítica dos fatos, entrevistas, falas e tweets, os principais desdobramentos de tais julgamentos, além de problematizar ao menos três de seus mais notáveis abusos: i) os ataques contemporâneos à educação (em seus diferentes níveis), pesquisa e docência; ii) o relativismo das pesquisas e dos conhecimentos científicos; iii) o de tornar as universidades em espaços de (suposta) balbúrdia e de produção/pesquisa irrelevante. O problema que daí decorre é deixar a pesquisa realizada nas universidades, sejam elas públicas ou privadas, à mercê da aprovação de recursos e financiamentos, e os professores com o risco de perder a dimensão da pesquisa, dimensão imprescindível para se investigar, compreender, interferir e estabelecer/elencar subsídios que sejam plausíveis de melhorar e desenvolver a realidade social no qual a universidade está inserida.

Biografia do Autor

Jenerton Arlan Schütz, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI)
Doutorando em Educação nas Ciências (UNIJUÍ), Mestre em Educação nas Ciências (UNIJUÍ), Especialista em Metodologia de Ensino de História (UNIASSELVI), Licenciado em História e Sociologia (UNIASSELVI) e Licenciado em Pedagogia (FCE). Bolsista CAPES. Professor de História na Rede Municipal de Ensino do Município de Santo Ângelo/RS.
Cláudia Fuchs, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí)
Mestranda em Educação nas Ciências (UNIJUÍ), Especialista em Gestão Escolar (UNIASSELVI), Licenciada em Pedagogia (UCEFF – Itapiranga/SC). Professora dos Anos Iniciais na Rede Municipal de Ensino do Município de Ijuí/RS. Bolsista CAPES.
Carlos Odilon da Costa, Uniasselvi
Pós-Doutorando em Educação (FURB). Doutor em Educação (UNICAMP), Mestre em Educação (FURB), Especialista em Fundamentos e Metodologia de Ensino Religioso (FURB), Especialista em Metodologia de História e Geografia (UNIASSELVI), Especialista em Educação a Distância: Gestão e Tutoria (UNIASSELVI), Licenciado em Ciências da Religião (FURB), licenciado em Geografia (UNIASSELVI), Licenciado em Pedagogia (FAEL), Professor Centro Universitário Leonardo Da Vinci/UNIASSELVI/Indaial-SC.

Referências

BITTENCOURT, R. N.. A impossível neutralidade discursiva na práxis educacional e a improbidade ideológica da Escola sem Partido. Revista Espaço Acadêmico, 16(191), 117-133, 2017.

BUJES, M. I. E.. Descaminhos. In: COSTA, M. V. (Org.). Caminhos investigativos II: outros modos de pensar e fazer pesquisa em educação. 2. ed. (p. 13-34). Rio de Janeiro: Lamparina, 2007.

CROSS, Di; THOMSON, Simon; SINCLAIR, Alexandra. Research in Brazil: A report for CAPES by Clarivate Analytics. Clarivate Analytics, 2017. Disponível em: < https://www.capes.gov.br/images/stories/download/diversos/17012018-CAPES-InCitesReport-Final.pdf>. Acesso em: 10 de Julho de 2019.

DALBOSCO, C. A.; FAVERO, A. A. Universidade e formação pedagógica: a busca por excelência em ensino, pesquisa e extensão. In: SGARI, R.; VALERIO, P. da S.; CASAGRANDA, E. A. (Orgs.). Universidade e formação. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2017, p. 13-35.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 12. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

SANTOS, C. R. A. de. Apresentação. In: APPEL, E. (Org.). A universidade numa encruzilhada: seminário sobre universidade. Brasília: UNESCO, 2003, p. 9-20.

SEVERINO, António Joaquim. Pesquisa, pós-graduação e universidade. Revista da Faculdade Salesiana, Lorena, v. 24, n. 34, p. 60-68, 1996.

TSALLIS, Constantino. Por que pesquisa na Universidade? Ciência e Cultura, v. 37, n. 4, p. 570-572, 1985.

Publicado
2020-01-21
Como Citar
Schütz, J. A., Fuchs, C., & da Costa, C. O. (2020). Universidade, pesquisa e docência: reflexões críticas sobre os abusos do atual governo. Revista Tempos E Espaços Em Educação, 13(32), 1-19. https://doi.org/10.20952/revtee.v13i32.12530
Seção
Publicação Contínua