Education and cultural differences: boundary educational practices in basic education

  • Maria Helena da Silva Reis Santos Secretaria Municipal de Educação - SEMED, Lauro de Freitas, Bahia, Brasil.
  • Jane Adriana V. Pacheco Rios Universidade do Estado da Bahia – Campus I, Salvador, Bahia, Brasil.
Palavras-chave: Educational Practices. Differences. Narratives. Elementary School.

Resumo

The text addresses the meaning policies regarding boundaries and cultural negotiation produced in the educational practices of Basic Education teachers in the relation with the cultural differences that trespass everyday school life. It is part of a study aimed at understanding how Primary Education teachers signify cultural differences in their educational practices. It is a qualitative study with an (auto)biographical approach, in dialogue with the Cultural Studies in education, using educational practice journals, narrative interviews, and the biographical workshop for collecting information.  The study revealed the experience with the differences in school in articulation with the cultural changes woven by clashes, conflicts, affirmation, denial, and negotiations. The results pointed towards different boundary spaces in the relationship between Education and differences, in which the movement and negotiation of meanings are essential to the formative process of teachers and students. Regarding the educational practice, the teachers narrate their experiences by placing them between the rigid boundary, with limitations, free from conflicts, denial, or resignation with differences; and the moving boundary, with the construction of spaces so that differences can be triggered, challenged, and problematized.

Biografia do Autor

Maria Helena da Silva Reis Santos, Secretaria Municipal de Educação - SEMED, Lauro de Freitas, Bahia, Brasil.

MESTRA em Educação, pela Universidade do Estado da Bahia-Brasil. ESPECIALISTA em Metodologia do Ensino e Gramática e Texto pela UNIFACS. GRADUADA em Letras pela UNIJORGE.  DOCENTE da Educação Básica e Técnica da Secretaria Muncipal de Educação de Lauro de Feitas-Bahia- atuando no núcleo Educação Integral e Formação do Professor.  PESQUISADORA e INTEGRANTE do Grupo de Pesquisa Docência, Narrativas e Diversidade na Educação Básica - DIVERSO- PPGEDUC- UNEB – na LINHA de PESQUISA Educação Básica e Diversidade. MEMBRO Associado da ANPED-Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação e  da  BIOGRAPH- Associação Basileira de Pesquisa (Auto)Biográfica.  

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-1790-989X

 

Jane Adriana V. Pacheco Rios , Universidade do Estado da Bahia – Campus I, Salvador, Bahia, Brasil.

Possui graduação em Licenciatura Plena em Letras pela Universidade do Estado da Bahia (1995), Especialista em Linguística aplicada ao ensino de Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Feira de Santana (1998), Mestrado em Educação pela Universidade do Quebec (2002),Doutorado em Educação pela Universidade Federal da Bahia (2008) e Pós- Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo(2013). É Professora Titular Plena da Universidade do Estado da Bahia, no Departamento de Educação - Campus I. Professora Pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade. Líder do Grupo de Pesquisa Docência, Narrativas e Diversidade na Educação Básica - DIVERSO. Foi Coordenadora de Área do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - PIBID (2010-2018). É Sócia da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação - ANPED e da Associação Brasileira de Pesquisa (auto)biográfica - BIOGRAPH. Faz parte da Rede de Formação Docente: Narrativas e Experiências - (Rede Formad/ UNIRIO/Brasil), vinculada a Red de Formación Docente y Narrativa (Argentina). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Superior, atuando principalmente nos seguintes temas: linguagem, formação de professores, ruralidades, diversidade, pesquisa (auto)biográfica e docência na educação básica. 

ORCID: https://orcid.org/0000-0003-1827-3966

 

Referências

Bauman, Z. (2005). Identidade: entrevista a Benedetto Vecchi/Zygmunt Bauman. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Candau, V. M. F (2008). Multiculturalismo e educação: desafios para a prática pedagógica. In: Moreira, A. F. & Candau, V. M. F. Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. Petrópolis: Vozes.

Candau, V. M. F. (2011). Diferenças culturais e educação: construindo caminhos. Rio de Janeiro: 7 Letras.

Candau, V. M. F. (2013). Reinventar a escola. Petrópolis: Vozes.

Fleuri, R. M (2006). Políticas da diferença: para além dos estereótipos na prática educacional. Educação e Sociedade, 27(95) 495-520. https://doi.org/10.1590/es0101-73302019230375

Hall, S. (2011). Identidde cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A.

Jovchelovitch, S., & Bauer, M. W. (2002). Entrevista narrativa. In: Bauer, M. W. (Org.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes.

Silva, T. T. (2013). A produção social da identidade e da diferença. In: Silva, T. T. (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes.

Stoer, S. R. & Cortesão, L.. (1999). Levantando a pedra: Da Pedagogia intercultural às políticas educativas numa época de transnacionalização. Porto: Afrontamento.

Walsh, C. (2009) Interculturalidad, crítica e pedagogia decolonial: in-surgir, re-existir e reviver. In: Candau, V. M. F. Educação intercultural na América Latina: entre concepções, tensões e propostas. Rio de Janeiro: 7Letras.

Woodward, K. (2013). Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: Silva, T. T. S. (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petropolis: Vozes.

Publicado
2021-02-27
Como Citar
Santos, M. H. da S. R., & Rios, J. A. V. P. (2021). Education and cultural differences: boundary educational practices in basic education. Revista Tempos E Espaços Em Educação, 14(33), e13670. https://doi.org/10.20952/revtee.v14i33.13670
Seção
Publicação Contínua