Psychic illness in young university students

  • Fabrício Duim Rufato Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, Paraná, Brasil.
  • Elisabeth Rossetto Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, Paraná, Brasil.
  • Nickson Willian Vedigal Wilkon Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, Paraná, Brasil.
Palavras-chave: College students. Mental health. Psychic illness.

Resumo

Studies alert to the significant increase in recent decades of young people with mental disorders and suicide attempts. Most mental disorders among adolescents and young people are undiagnosed and untreated, with suicide being one of the main causes of death among young people aged 15 to 29 years. The university has been facing several problems with students' mental illness, such as increased use of psychotropic drugs, high demand for psychological care provided by the institution, school dropouts, severe mental disorders and even attempted suicide. Thus, this study aimed to survey the studies of the last five years (2016-2021) on the subject. The following keywords were used for the search: mental health; College students; mental illness, and 22 studies were selected. As a result, we observed that there is a significant number of mentally ill young people, with high rates of psychotropic medication use, in addition to alcohol and drug consumption. We also show that some higher education institutions have developed pilot studies with different approaches to meet this demand from sick students. However, there are still few studies, and there is no support from the institution's own management, as well as a lack of professionals and financial resources.

Biografia do Autor

Fabrício Duim Rufato, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, Paraná, Brasil.
Elisabeth Rossetto, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, Paraná, Brasil.
Nickson Willian Vedigal Wilkon, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, Paraná, Brasil.

Referências

Barrios, L. C., Everett, S. A., Simon, T. R., & Brener, N. D. (2000). Suicide ideation among US college students: associations with other injury risk behaviors. Journal of American College Health, 48, pp. 229-233. Retried from: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/10778023/

Barros, M. V. M. (2018). Análise da mortalidade por suicídio no Brasil 1996 a 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva) Instituto Aggeu Magalhães - Fundação Oswaldo Cruz, Recife, 2018. Retried from: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/29894#:~:text=As%20Taxas%20de%20Mortalidade%20de,p%20%3C%200%2C05).

Borges, V. R. & Werlang, B. S. G. (2006). Estudo de ideação suicida em adolescentes de 15 a 19 anos. Estudos de psicologia. (Natal), 11(3), pp. 345-351. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-294X2006000300012.

Bencke, B. C. (2020). A formação profissional na Universidade Estadual do Oeste do Paraná: um olhar para a saúde do aluno. 2020. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Educação Matemática) - Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Educação Matemática, Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE, Cascavel. Retried from: http://tede.unioeste.br/handle/tede/5053

Becker, K. L. (2017). O efeito da interação social entre os jovens nas decisões de consumo de álcool, cigarros e outras drogas ilícitas. Estud. Econ., 47(1). doi: https://doi.org/10.1590/0101-416147136klb

Campos, C. R. F. (2016). Perfil sociodemográfico, clínico e acadêmico de estudantes universitários que passaram por atendimento psiquiátrico no serviço de assistência psicológica e psiquiátrica ao estudante na Universidade Estadual de Campinas (SAPPE-UNICAMP) entre 2004 e 2011. Dissertação de Mestrado em Ciências Médicas a Universidade Estadual de Campinas, Campinas, São Paulo. Retried from: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321049

Chagas, J. C. (2018). Atuação da psicologia escolar frente à patologização e medicalização da educação superior. Tese (Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde) - Universidade de Brasília, Brasília. Retried from: https://repositorio.unb.br/handle/10482/34577

Flesch, B. D.; Houvèssou, G. M., Munhoz, T. N., & Fassa, A. G. (2020). Episódio depressivo maior entre universitários do sul do Brasil. Revista de Saúde Pública, 54(11). doi: https://doi.org/10.11606/s1518-8787.2020054001540

Freitas, R. M. F. (2019). Uma multidão de pessoas sós: narrativas de adoecimento e acolhimento na universidade, a partir de grupos terapêuticos. Dissertação (Mestrado)- Programa de Pós-Graduação Associado em Antropologia da Universidade Federal do Ceará; Universidade da Integração da Lusofonia Afrobrasileira, Fortaleza (CE); Redenção (CE). Retried from: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43431

Funai. A. (2019). Comportamentos de saúde, sofrimento mental e padrão de consumo de álcool entre estudantes universitários. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Retried from: https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/3352

Gianjacomo, T. R. F. (2020). Caracterização do consumo de medicamentos psicofármacos por estudantes de uma universidade pública. Dissertação de Mestrado em Ciências Farmacêuticas, Universidade Estadual de Londrina. Retried from: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000232096

Graner, K. M.; Cerqueira, A. T. A. R. (2019). Revisão integrativa: sofrimento psíquico em estudantes universitários e fatores associados. Ciência & Saúde Coletiva [online], 24(4). doi: https://doi.org/10.1590/1413-81232018244.09692017>.

Jardim, M. G. L.; Castro, T. S., & Ferreira, C. F. R. (2020). Sintomatologia Depressiva, Estresse e Ansiedade em Universitários. Psico-USF [online], 25(4). doi:<https://doi.org/10.1590/1413/82712020250405>.

Leão, A. M. et al. (2018). Prevalência e Fatores Associados à Depressão e Ansiedade entre Estudantes Universitários da Área da Saúde de um Grande Centro Urbano do Nordeste do Brasil. Revista Brasileira de Educação Médica [online], 42(4). doi: https://doi.org/10.1590/1981-52712015v42n4RB20180092.

Lima, S. O., et al. (2019). Prevalência da Depressão nos Acadêmicos da Área de Saúde. Psicologia: Ciência e Profissão [online], 39. doi: https://doi.org/10.1590/1982-3703003187530.

Mann, J. J. et al. (2005). Suicide Prevention Strategies: A Systematic Review. Jama, 294(16), p. 2064 2074. doi: 10.1001/jama.294.16.2064.

Morais, C. A., Amparo, D. M., Fukuda, C. C., & Brasil, K. T. (2012). Concepções de saúde e doença mental na perspectiva de jovens brasileiros. Estudos em Psicologia (Natal), 17(3). doi: https://doi.org/10.1590/S1413-294X2012000300004

Nogueira, M. J., Barros, L., & Sequeira, C. (2017). A Saúde Mental em Estudantes do Ensino Superior: Relação com o género, nível socioeconómico e os comportamentos de saúde. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, Porto. doi: https://doi.org/10.19131/rpesm.0167.

OLIVEIRA, K. A., et al. (2021). Prevalence of antidepressant drug use by health students in Brazil. Research, Society and Development, 10(11). doi: 10.33448/rsd-v10i11.19641.

OMS – Organização Mundial de Saúde. (2001). Relatório Mundial de Saúde. Saúde Mental: nova concepção, nova esperança, 1ª edição, Lisboa Portugal. Retried from: https://www.who.int/whr/2001/en/whr01_djmessage_po.pdf?ua=1

Pedro, C. M. P. (2017). Distúrbios psíquicos menores em estudantes universitários da área da saúde. Dissertação de Mestrado – Programa de Pós-Graduação strictu sensu em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul. Retried from: https://repositorio.ufsm.br/handle/1/20457

Pinho, R. (2016). Caracterização da clientela de um programa de atendimento psicológico a estudantes universitários. Revista Psicología, Conocimiento y Sociedad, 6(1). Retried from: Microsoft Word - 06_pag114-130_282_TO - APA.docx (scielo.edu.uy)

Ribeiro, P. M. (2018). Análise de um serviço de pronto-acolhimento por pares em contexto universitário. Dissertação de Mestrado – Pós Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Paraná, Curitiba, Paraná. Retried from: https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/56170

Sousa, P. F., et al. (2016). Atitudes e Representações em Saúde Mental: Um Estudo com Universitários. Psico-USF [online], 21(3). doi: https://doi.org/10.1590/1413-82712016210307.

Souza, D. C. (2017). Condições emocionais de estudantes universitários: estresse, depressão, ansiedade, solidão e suporte social. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba. Retried from: http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/507

Torres, E. T. N. (2019). O apoio psicológico ao estudante: estudo de caso em uma instituição de ensino superior privada no Piauí. Tese (Doutorado em Psicologia Clínica) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo. Retried from: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/22751

Veloso, L. U. P., et al. (2019). Ideação suicida em universitários da área da saúde: prevalência e fatores associados. Revista Gaúcha de Enfermagem [online], 40. doi: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2019.20180144

Viana, V. S. (2016). Proposta de programa de atenção psicossocial para estudantes da universidade federal da integração latino-americana – UNILA. Dissertação de Mestrado - Programa de Pós-graduação em Saúde Mental e Atenção Psicossocial da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina. Retried from: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/173678
Publicado
2022-03-24
Como Citar
Rufato, F. D., Rossetto, E., & Wilkon, N. W. V. (2022). Psychic illness in young university students. Revista Tempos E Espaços Em Educação, 15(34), e16903. https://doi.org/10.20952/revtee.v15i34.16903