Culturas digitais na educação do Século XXI

  • Simone Lucena
  • José Mario Aleluia Oliveira

Resumo

As tecnologias digitais estão representadas pela convergência
das tecnologias de informática (programas e equipamentos),
microeletrônica, telecomunicações, radiodifusão, engenharia
genética e optoeletrônica. Essas tecnologias passaram a representar, a partir da década de 70, papel fundamental na economia
e no desenvolvimento dos países, gerando, como afirma Castells
(1999), uma nova revolução tecnológica. O século XXI está sendo marcado pela universalização das tecnologias digitais e dispositivos móveis conectados em redes, que nos colocam em
constante interação com (ciber)espaços sócio-tecnicos onde a
comunicação ocorre em lugares não fixos, registrando fatos e
informações no instante em que eles acontecem. Os jovens são
os que mais utilizam esta forma de comunicação, tornando-a
uma marca, um habitus dessa geração caracterizada, dentre
outros fatores, pela grande imersão nas culturas digitais. Nesse sentido, o uso cada vez maior dos dispositivos móveis entre
os jovens, e sua imersão nas culturas digitais, constituem-se hoje
como alguns dos grandes desafios para a educação, principalmente para a formação docentes, pois estes jovens que são autores e produtores nas redes sociais precisam ter outra forma de
comportamento, na escola, condizente com um modelo de educação que prioriza a reprodução e a transmissão de informação.
Publicado
2014-12-30
Como Citar
Lucena, S., & Oliveira, J. M. A. (2014). Culturas digitais na educação do Século XXI. Revista Tempos E Espaços Em Educação, 7(14), 35-44. https://doi.org/10.20952/revtee.v0i0.3449
Seção
Número Temático: Culturas Digitais e Educação