Institucionalização dos estudos de gênero na universidade: uma análise a partir de narrativas de acadêmicas feministas

  • Adenilda Bertoldo Alves de Morais
  • Maria Eulina Pessoa de Carvalho

Resumo

Este texto analisa, através das narrativas de três acadêmicas feministas de uma universidade federal nordestina, suas contribuições para a institucionalização dos estudos de gênero. Utilizam-se como categorias de análise: instituição, identidade feminista, narrativa e gênero. A análise evidencia que foi possível trazer os estudos de gê- nero para a universidade investigada através da militância das professoras entrevistadas. Os estudos de gênero são vistos como menos importantes e se inserem através de grupos independentes. As professoras lutam por reconhecimento, ora isoladamente, ora conjuntamente.
Como Citar
Morais, A. B. A. de, & Carvalho, M. E. P. de. (2015). Institucionalização dos estudos de gênero na universidade: uma análise a partir de narrativas de acadêmicas feministas. Revista Tempos E Espaços Em Educação, 8(17), 235-236. https://doi.org/10.20952/revtee.v8i17.4526
Seção
Artigos de Demanda Contínua