REGISTROS NOS CADERNOS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONTRIBUIÇÕES PARA A CONSTITUIÇÃO DA IDENTIDADE PROFISSIONAL DOCENTE

  • Patrícia Ferreira dos Santos
  • Váldina Gonçalves da Costa
  • Diego Carlos Pereira

Resumo

Este artigo insere-se no âmbito de uma pesquisa realizada com licenciandos e licenciados que vivenciaram experiências de Estágio Curricular Supervisionado em uma universidade pública de Uberaba, Minas Gerais. A partir de relatos extraídos de cadernos de estágio, em uma perspectiva qualitativa e interpretativa, temos como objetivo discutir e tensionar as contribuições do Estágio Curricular Supervisionado para a constituição da identidade profissional docente. Com a interpretação dos relatos, acreditamos que as experiências desses sujeitos perpassam três categorias interpretativas e argumentativas atribuídos ao estágio no processo de sua constituição identitária e dos seus processos formativos: a) a questão da educação formal e não formal; b) problemáticas provocadas pelas socializações com os alunos e supervisores de estágio; c) e relações de pertencimento profissional provocadas pelos processos reflexivos expressos nos cadernos de estágio. Esses tensionamentos, provocaram reflexões e rupturas contínuas nos processos de constituição da identidade profissional docente dos sujeitos.

Biografia do Autor

Patrícia Ferreira dos Santos
Professora Licenciada em Matemática e Mestranda em Educação pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Colaboradora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação e Cultura (GEPEDUC/UFTM).
Váldina Gonçalves da Costa
Professora dos cursos de Licenciatura em Matemática e Mestrado do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). Doutora em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), Mestre em Educação e Licenciada em Matemática pela Universidade de Uberaba (UNIUBE). Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação e Cultura (GEPEDUC/UFTM).
Diego Carlos Pereira
Doutorando em Geografia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP/Rio Claro/SP), Mestre em Educação e Licenciado em Geografia pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM/Uberaba/MG). Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Colaborador do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação e Cultura (GEPEDUC/UFTM).

Referências

BOLÍVAR, A. La identidad profesional del profesorado de secundaria: crisis y reconstrucción. Málaga, España: Ediciones Aljibe, 2006.

CARVALHO, G.T.R.D, UTUARI, S. (Orgs). Formação de professores e estágios supervisionados: Algumas Veredas. São Paulo: Andross, 2007.

DUBAR, C. A socialização: construção das identidades sociais e profissionais. Tradução Andréa Stahel M. da Silva. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

GARCÍA, C. M. Formação Inicial de Professores. In: Desenvolvimento profissional e profissionalização dos professores. Formação de professores para uma mudança educativa. Lisboa: Porto Editora, 1991, p. 72-103.

GOHN, M. G. Educação Não Formal, Aprendizagens e Saberes em Processos Participativos In: Investigar em Educação - II ª Série, Número 1, 2014.

JACOBUCCI, D. F. C. Contribuições dos espaços não-formais de educação para a formação da cultura científica. Revista Em Extensão. Uberlândia, vol.7, n.1, 2008.

LUDWIG, P. I.; GROENWALD, C. L. O.; Formação inicial de professores de matemática: situações vivenciadas pelos alunos na realização do estágio. In: IX Encontro Nacional de Educação Matemática – ENEM. Belo Horizonte/MG: UNI-BH, 2007.

MINAYO, M. C.S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14.ed. São Paulo: Hucitec/Abrasco, 2014.

PIMENTA, S. G. Formação de professores: saberes da docência e identidade do professor. Revista da Faculdade de Educação, [S.I], v.22, n. 2, p.72-89, jan. 1996. ISSN 1806-9274. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/rfe/article/view/33579/36317>. Acesso em: 31 jul. 2017.

SHULMAN, Lee S. Conocimiento y enseñanza: fundamentos de la nueva reforma. Profesorado. Revista de currículum y formación del profesorado, 9, 2 (2005). Disponível em: < https://www.ugr.es/~recfpro/rev92ART1.pdf>. Acesso em: 21 maio 2017.

TARDIF, Maurice. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários – elementos para uma epistemologia da prática profissional. In: ________. Saberes docentes e formação profissional. 14. ed. Petrópolis: Vozes, 2012, p. 245-276.

Publicado
2018-09-21
Como Citar
Santos, P. F. dos, Costa, V. G. da, & Pereira, D. C. (2018). REGISTROS NOS CADERNOS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONTRIBUIÇÕES PARA A CONSTITUIÇÃO DA IDENTIDADE PROFISSIONAL DOCENTE. Revista Tempos E Espaços Em Educação, 11(27), 23-40. https://doi.org/10.20952/revtee.v11i27.7200
Seção
Artigos de Demanda Contínua