Revista Tempos e Espaços em Educação https://seer.ufs.br/index.php/revtee <p>A REVISTA TEMPOS E ESPAÇOS EM EDUCAÇÃO é uma publicação de acesso aberto do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe, dedica-se a publicar em fluxo contínuo artigos originais, fomentando e facilitando o intercâmbio acadêmico da área de educação no âmbito nacional e internacional. É um periódico de acesso aberto sem pagamento de taxa ou custos de processamento de artigos (envio, revisão, edição e publicação). Suas áreas prioritárias são: História da Educação; Conhecimento e Cultura; Educação e Comunicação; Educação e Diversidade e Formação de Professores.</p><p>ISSN:<strong><em> </em></strong>2358-1425 (versão online)</p><p><em>“Embora a revista Tempos e Espaços em Educação use o identificador DOI nos seus artigos, os DOI dos artigos anteriores ao V.9 n.19 (2016) inclusivé, ainda não se encontram disponíveis”.</em></p><p> </p> pt-BR <span>À Revista Tempos e Espaços em Educação <span><span>ficam reservados os direitos autorais<span> pertinentes a todos os artigos nela publicados. A Revista Tempos e Espaços em Educação <span>utiliza a licença <a href="https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/" target="_blank" data-saferedirecturl="https://www.google.com/url?q=https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/&amp;source=gmail&amp;ust=1573124042104000&amp;usg=AFQjCNFBN71RTVjRZPlX0Zt77JDY4tuz9A">https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/</a> </span><span><span>(CC BY)</span><span><span>, que permite o<span> compartilhamento do artigo com o reconhecimento da autoria.<br /></span></span></span></span></span></span></span></span> diasalfrancio@gmail.com (Alfrancio Ferreira Dias) diasalfrancio@gmail.com (Alfrancio Ferreira Dias) ter, 21 jan 2020 19:50:09 +0000 OJS 3.1.2.4 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 La cuestión político-educativa desde la filosofía de la animalidad: hacia una nueva humanidad en América Latina https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/12750 <p>En una de las obras fundacionales de la filosofía política moderna, el Leviatán publicado en el año 1651, Thomas Hobbes trata de elucidar los fundamentos y razones con conducen a los hombres a conformar un cuerpo político. Para la tradición contractualista el orden civil se basa en un pacto social donde cada individuo miembro de la multitud abandona su derecho natural a toda cosa y decide someterse a un poder común soberano, convirtiéndose así en ciudadano de una República. Resulta interesante notar que el sostén de todo el sistema filosófico-político de la modernidad surge de marcar una distancia ontológica: la distancia del hombre con el Animal. El animal humano es, para esta tradición, un ser político, un animal dotado de logos, de lenguaje, capaz de construir un cuerpo político artificial. El animal no humano no puede ser ciudadano de la res-pública, puesto que no es un ser político. Esta firme separación fundada en una jerarquía ontológica que sitúa al ser humano (al sujeto hombre, blanco, burgués, heterosexual y ciudadano del primer mundo) en la cúspide de las formas de vida ha recorrido toda la historia de Occidente, y se hace manifiesta y más patente aún en la filosofía política, para la cual esta jerarquía no sólo es fundamental sino necesaria. En este trabajo me propongo analizar dicha problemática utilizando por un lado la crítica radical a la metafísica de la subjetividad moderna que encontramos en la obra de Friedrich Nietzsche, principalmente del corpus nietzscheano de la década de 1880, y también una critica al concepto de humanidad realizada desde la perspectiva de la deconstrucción, el legado filosófico de Jacques Derrida que puede ser interpretado como un corpus dedicado a desentrañar la lógica de la zoopolítica occidental.</p> Ana Laura Vallejos Copyright (c) 2020 Revista Tempos e Espaços em Educação https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/12750 ter, 21 jan 2020 19:16:01 +0000 Análisis Prospectivo en la Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias Naturales: Una visión de los docentes de Paraguaná https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/11775 <p>El propósito de este estudio fue develar los factores claves que inciden en el proceso de Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias Naturales en el nivel de Educación Inicial en Paraguaná, Venezuela. Bajo el paradigma cualitativo, las informantes claves fueron 8 docentes de educación preescolar, quienes plasmaron sus aportes en una Matriz de Influencia que posteriormente se procesó mediante el software MICMAC para así consolidar un Análisis Estructural Prospectivo del fenómeno en estudio. Los hallazgos definen el sistema, donde la variable <em>Ausencia de Aplicación de Estrategias Didácticas sobre Ciencias Naturales</em> destaca como factor de riesgo, y otras como la <em>Mediación Docente para Generar Conflicto Cognitivo </em>y<em> Actividades de Exploración y Manipulación de Materiales, </em>se presentan como variables dependientes, cuyo tratamiento influiría notablemente en la evolución deseada del sistema en estudio.</p> Jelly Katherine Lugo Bustillos, Víctor Manuel Reyes Copyright (c) 2020 Revista Tempos e Espaços em Educação http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/11775 ter, 21 jan 2020 19:16:01 +0000 Influential Factors in Academic Retention in the Licensee Undergraduate Courses in Natural Sciences of a Brazilian Public University https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/12786 <p>The objective of this study was to identify the students' perception regarding the factors related to academic retention in two licensee courses in Nature Sciences. The subjects were academics who had already failed or blocked their enrollments in at least one component. The data collection was done through a questionnaire with questions and affirmations which were evaluated through a five-level agreement scale. From the obtained data were made descriptive analyzes, which were discussed from the <em>Model for Study of Factors Associated with the Retention Process</em> described in the area literature. The results indicate that the factors: secondary education, lack of student support programs, and the need to work while attending the course influence in academic retention in the context investigated. Given this, it is possible to list some actions that can minimize the high rate of retention in these courses.</p> Quelen Colman Espíndola Lima, Maurícius Selvero Pazinato Copyright (c) 2020 Revista Tempos e Espaços em Educação https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/12786 ter, 21 jan 2020 19:16:02 +0000 Universidade, pesquisa e docência: reflexões críticas sobre os abusos do atual governo https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/12530 <p>O presente escrito examina as atuais críticas endereçadas à universidade, à dimensão da pesquisa e aos professores. O intuito é apresentar, mediante análise e interpretação crítica dos fatos, entrevistas, falas e t<em>weets</em>, os principais desdobramentos de tais julgamentos, além de problematizar ao menos três de seus mais notáveis abusos: i) os ataques contemporâneos à educação (em seus diferentes níveis), pesquisa e docência; ii) o relativismo das pesquisas e dos conhecimentos científicos; iii) o de tornar as universidades em espaços de (suposta) balbúrdia e de produção/pesquisa irrelevante. O problema que daí decorre é deixar a pesquisa realizada nas universidades, sejam elas públicas ou privadas, à mercê da aprovação de recursos e financiamentos, e os professores com o risco de perder a dimensão da pesquisa, dimensão imprescindível para se investigar, compreender, interferir e estabelecer/elencar subsídios que sejam plausíveis de melhorar e desenvolver a realidade social no qual a universidade está inserida.</p> Jenerton Arlan Schütz, Cláudia Fuchs, Carlos Odilon da Costa Copyright (c) 2020 Revista Tempos e Espaços em Educação https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/12530 ter, 21 jan 2020 19:16:02 +0000 Educação & Formação Journal: balance of scientific production (2016-2018) https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/12926 <p>The objective is to analyze the scientific production published by the&nbsp;<em>Educação &amp; Formação Journal&nbsp;</em>between 2016-2018, identifying the main educational thematic categories discussed in this triennium. State of art research was used, methodologically supported by categorical analysis of the disseminated articles, considering their title, keywords and abstracts. 101 products were identified, which culminated in five main thematic categories: “Teacher Training”, “History of Education”, “Educational Policy”, “Inclusive Education” and “Technology and Digital Culture”. These were mostly discussed through qualitative research, such as literature review and case study, using literature review, interviews and document analysis. The discussions pointed out that the literature published by <em>Educação &amp; Formação</em> focuses on the subfield teacher training, as proposed by the focus and scope of the journal, making it a reference in this field. The published literature highlights the qualification of teachers of basic education and the gaps regarding the qualification of higher education teachers.</p> Lia Machado Fiuza Fialho, Francisca Genifer Andrade de Sousa, Karla Angélica Silva do Nascimento Copyright (c) 2020 Revista Tempos e Espaços em Educação https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/12926 seg, 03 fev 2020 22:12:55 +0000 Women's entrance to the university: ambitions, difficulties and the desire to proceed https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/12977 <p>Este trabalho objetivou analisar, a partir das especificidades da condição feminina, como acontece a permanência e a participação de mulheres que são: <em>“mães, esposas, donas de casa ou trabalhadoras” </em>no Departamento de Educação, <em>Campus</em> XII da Universidade do Estado da Bahia. Trata-se de uma pesquisa de campo, fundamentada nos pressupostos da abordagem qualitativa. Valeu-se de questionários e entrevistas semiestruturadas para coletar os dados, posteriormente analisados com o auxílio da análise de conteúdo. Os resultados apontam que as mulheres têm experienciado uma multiplicidade de tarefas que as tem sobrecarregado, isso muitas vezes as obriga a escolher entre desempenhar funções que lhe são impostas, ou estudar. Conclui-se que o perfil das mulheres mudou, e em virtude disso a academia não pode mais invisibilizar esse público, pois diante de um predomínio numérico e maioria substancial, atuam agora como protagonistas de suas próprias vidas.</p> Sônia Maria Alves de Oliveira Reis, Samara Gomes Aguiar, Valquiria Normanha Paes Copyright (c) 2020 Revista Tempos e Espaços em Educação https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/12977 ter, 11 fev 2020 00:00:00 +0000 The emerging of a gender discourse in education: the differences in the school space https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/13061 <p>O presente estudo buscou refletir acerca questões de gênero, sexualidade e diversidade sexual na escola, a partir de uma revisão bibliográfica, considerando a recorrência de tais discussões no fazer pedagógico no século XXI. Com o intuito de compreender a intrínseca relação entre educação e sexualidade, pautamos essa reflexão nos estudos de Foucault (1984; 1995), Louro (1997; 1999; 2003; 2004), Butler (1999; 2002; 2003), além de documentos como os Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN’s e a Base Nacional Curricular Comum – BNCC, por compreendermos que a escola exerce papel preponderante na construção do conhecimento. Dessa maneira, discutir novas políticas de inclusão das diferenças de gênero e diversidade sexual exige, por parte dxs educadorxs, experienciar novas formas do uso da linguagem que possam produzir resistência a padrões sexistas ou homofóbicos. Incluir os estudos sobre gênero, sexualidade e diversidades no currículo escolar se constitui enquanto prática pedagógica inclusiva e de respeito às diferenças.</p> Pedro Paulo Souza Rios, André Ricardo Lucas Vieira Copyright (c) 2020 Revista Tempos e Espaços em Educação https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/13061 dom, 16 fev 2020 13:19:11 +0000 A produção imaginária na escola e a formação de pessoas criadoras: reflexões a partir da Teoria Histórico-Cultural https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/11652 <p>Este texto materializa um conjunto de reflexões decorrentes do processo de investigação, estudos e discussões que tem o imaginário criativo e a formação de pessoas criadoras na perspectiva histórico-cultural, como objeto principal. Nos parâmetros deste artigo, nos limitamos a contribuir para o debate da temática em tela, trazendo alguns elementos da base teórica do materialismo histórico-dialético, fundamento da teoria histórico-cultural, mais especificamente a categoria de trabalho social em Marx, como parte da atividade vital constitutiva do gênero e a tese vigotskiana sobre a origem cultural das funções superiores de pensamento, incluídas a imaginação e a criação neste escopo, para, a partir daí, articulando alguns pressupostos de Vigotski sobre imaginação e criação, tecer considerações que ajudem a construir tempos e espaços escolares focados no desenvolvimento humano tal como concebido pela psicologia marxista. Sem pretender dar conta da complexidade inerente ao tema, a intenção é que, somado a outros estudos e contribuições, este texto seja mais um provocador de novas imagens e criações sobre a formação de pessoas criadoras como tarefa da educação escolar.</p> Solange Maria Alves Copyright (c) 2020 Revista Tempos e Espaços em Educação http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/11652 dom, 16 fev 2020 14:21:55 +0000